PUBLICIDADE
Topo

London Fashion Week começa nesta sexta-feira e promete muitas novidades

13/09/2013 15h17

Patricia Rodríguez.

Londres, 13 set (EFE).- A London Fashion Week, uma das passarelas mais vanguardistas do planeta, começou nesta sexta-feira em Londres com variadas e divertidas propostas de 80 grifes e desenhistas para a temporada de primavera/verão de 2014.

Até o próximo dia 17, alguns dos nomes mais reconhecidos da indústria da moda exibirão suas criações no evento bienal da capital britânica, que teve seu início em um dia chuvoso com um ato de inauguração antes dos primeiros desfiles.

As ruas do centro da cidade foram decoradas com bandeiras da LFW, e no prédio da Somerset House, o centro de operações desta vitrine de tendências globais na capital, começaram a desfilar nesta manhã as modelos da grife Bora Aksu.

O estilista turco, que apresenta suas criações na passarela londrina pela décima vez, trouxe uma proposta cheia de cor, com abundância de golas volumosas, muito croché, e claro predomínio de tons amarelos e azuis muito vistosos, e com uma nítida inspiração na Turquia, seu país natal.

As modelos da marca Fyodor Golan também passaram pelas passarelas nesta sexta-feira, bem como as da Felder Felder (as irmãs alemãs Annette e Daniela Felder) que desfilaram suas refrescantes sugestões em tons corais e azuis profundos.

Nesta sexta já desfilou a marca Ostwald Helgason, formada pela alemã Susanne Ostwald e o islandês Ingvar Helgason.

Os demais desfiles neste dia inaugural são os de J. JS Lee, Pearce Fionda Daks, Christopher Raeburn, Eudon Choi, Jean-Pierre Bragança, Jasper Conran e Todd Lynn.

A delegada do Conselho Britânico da Moda (British Fashion Council), Caroline Rush, lembrou ao canal "BBC" da "importância" desta indústria a nível econômico, pois "gera 21 bilhões de libras anuais (US$ 33,2 bilhões) no Reino Unido e emprega 819 mil pessoas somente neste país".

Além disso, o BFC também afirma que o evento reportará até 100 milhões de libras (US$ 158 milhões) em pedidos.

Este ano, os organizadores prepararam uma série de novos eventos para nesta vitrine global de cinco dias de duração, que atrai aproximadamente cerca de 5 mil espectadores.

Entre essas atividades, haverá uma loja "pop-up", aberta ao público, na qual qualquer um poderá adquirir acessórios e sapatos de moda assinados por marcas ou estilistas que participam dos desfiles como Markus Lupfer, Bela Freud, Sophia Webster, Prism e House of Holland.

O Conselho Britânico da Moda também chegou a um acordo com o Instagram para compartilhar os melhores "looks" urbanos dos visitantes que queiram se fotografar ao comparecer ao prédio da Somerset House.

Entre outras novidades, neste ano poderão ser vistos, além disso, pelo Twitter alguns dos desfiles ao vivo, como os assinados pelos desenhistas Christopher Raeburn, Sister by Sibling e Simone Rocha.

A partir do próximo dia 15, como parte desta festa da moda, os organizadores devem instalar uma tela gigante que durante três noites projetará, gratuitamente, filmes relacionados com o tema.

Até o próximo dia 17 de setembro, desfilarão algumas das propostas de reconhecidos estilistas como Tom Ford, Jasper Conran, Vivienne Westwood, Matthew Williamson, Burberry, Temperley London, Julien MacDonald e Manolo Blahnik.