Topo

Entretenimento

Acadêmicos argentinos querem que tango se torne disciplina artística

Natacha Pisarenko/AP
Casal de argentinos dança tango durante campeonato mundial do estilo em Buenos Aires, em 2012 Imagem: Natacha Pisarenko/AP

Buenos Aires

06/08/2013 17h04

Acadêmicos argentinos reivindicaram que o tango se torne disciplina artística durante a inauguração do Congresso Internacional de Tango Argentino, nesta terça-feira (6), em Buenos Aires.

O congresso reflete "uma nova posição do tango como objeto de estudo e de reflexão pela sociedade argentina, não só como tradição", explicou José Luis Castiñeira, diretor nacional de Artes da Secretaria de Cultura, durante o ato de abertura do congresso.

"O tango é uma forma de expressão popular, cuja origem está na segunda metade do século 19, que encontramos frequentemente nas ruas e bares da Argentina, fotografada pelos turistas, na literatura e no cinema, mas não tanto em discussões acadêmicas ou tratados teóricos", disse.

"Há um interesse da sociedade através das instituições para que esta tradição siga viva" acrescentou Castiñeira, para quem o tango deve estar presente no projeto do país para que as novas gerações também possam desfrutá-lo.

O Congresso Internacional de Tango Argentino, que acontece até o próximo dia 9, contará com a participação de professores e especialistas como Lidia Borda, Alberto Podestá, Hugo Marcel, Juan Carlos Apostes, Andrés Linetzky, Cristian Zárate e Juan Pablo Güerri.

Classes, mesas-redondas, conferências e espetáculos vão avaliar o desenvolvimento e nível artístico deste gênero transformado em um símbolo da Argentina.

O evento faz parte do Plano Nacional de Promoção do Tango, que organiza a cada ano diversas atividades em torno do tango, declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco em 2009.

O congresso acontece às vésperas da realização da 15ª edição do Festival Mundial de Tango de Buenos Aires, a maior reunião mundial do gênero, que acontece entre 14 e 27 de agosto na capital argentina.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento