Entretenimento

Estátua da Liberdade reabre ao público em pleno Dia da Independência dos EUA

04/07/2013 19h44

Mateo Sancho Cardiel.

Nova York, 4 jul (EFE).- O prefeito de Nova York, Michael R. Bloomberg, liderou nesta quinta-feira a cerimônia de reabertura da Estátua da Liberdade, um símbolo da entrada ao país das oportunidades que foi afetado pelo furacão "Sandy" em outubro de 2012.

A reabertura de hoje, em pleno Dia da Independência dos EUA, foi a segunda em menos de um ano, já que a tempestade que castigou as ilhas de Liberty e Ellis no último dia 29 de outubro, apenas um dia depois da icônica coroa ter sido reaberta ao público após uma trabalhosa restauração, que custou US$ 30 milhões.

Por causa deste incidente, a sensação de "déjà vu" protagonizou o ato de reabertura de hoje. "Espero que esta seja a última reabertura que fazemos", brincou o prefeito Bloomberg, que lembrou a importância da estátua como imagem de boas-vindas aos 12 milhões de emigrantes que, entre 1892 e 1954, chegaram a Nova York e entraram pela Ilha Ellis.

A "Lady Liberty", como o monumento é carinhosamente chamado em Nova York, "nos lembram que estamos no país da liberdade, mas também nos deve lembrar que essa liberdade não é de graça", completou Bloomberg.

Neste caso, o prefeito fazia uma clara referência ao esforço feito pelas autoridades para reabrir o monumento, ilustrado através das memórias da primeira vez em que viu a estátua, em uma viagem com seus pais desde Boston.

Embora a tempestade "Sandy" não tenha afetado propriamente a estátua de cobre, realizada pelo escultor francês Frédéric Auguste Bartholdi em 1886, a água cobriu 70% da superfície da ilha, danificando as instalações que tinham sido restauradas durante os últimos meses.

Após um investimento de US$ 77 milhões e com a Ilha Ellis ainda fechada, a Estátua da Liberdade, que mede 93 metros - incluindo seu pedestal -, foi liberada ao público, que, por sua vez, ainda terá tempo de acompanhar o tradicional show de fogos e artifícios do dia 4 de Julho.

A partir de agora, certamente, o monumento também voltará a receber a enxurrada de turistas que chegam de ferry e que, em 2011, chegaram a totalizar 3,8 milhões de pessoas.

Desde a primeira hora desta quinta, os visitantes de todas as raças e procedências, desde noivos espanhóis até uma família indiana, já se acumulavam na entrada do monumento.

No entanto, somente os mais precavidos conseguiram subir os 393 degraus e chegar ao alto da Estátua da Liberdade, já que os ingressos estavam esgotados há semanas não só para o dia de reinauguração, mas para todos os dias nos meses de julho e agosto.

O restante dos visitantes pode passear pela Liberty Island e contemplar as espetaculares vistas de Manhattan, além de comprovar como ficou o píer de acesso à ilha, que, anteriormente, havia sido inteiramente devastado durante a passagem de "Sandy".

Os visitantes e turistas que se deslocaram até o monumento hoje também puderam apreciar o passeio ao redor da Estátua, onde os responsáveis pelas obras tiveram que repor mais de 53 mil paralelepípedos e 2 mil blocos de rocha. Além disso, o sistema de refrigeração e calefação da estátua também teve que ser inteiramente substituído. Agora, o público espera apenas a inauguração dos museus da Ilha Ellis.

No ato de hoje, o hino nacional dos EUA, "God Bless América", foi interpretado pelo ator de "Os Soprano", Dominic Chianese, enquanto o sol brilhava dar novamente às boas-vindas a turística "Lady Liberty" aos nova-iorquinos e visitantes.

Além de Bloomberg, a cerimônia de reabertura também contou a presença da secretária de Interior, Sally Jewel, do senador Robert Menéndez e do diretor do Serviço Nacional de Parques, Jonathan Jarvis, além dos funcionários que tiveram que trabalhar "contra o relógio" para que a reabertura da estátua coincidisse com o Dia da Independência nos Estados Unidos, país que "completou" 237 anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo