PUBLICIDADE
Topo

Annie Leibovitz agradece concessão do Prêmio Príncipe de Astúrias

23/05/2013 21h14

Nova York, 23 mai (EFE).- A fotógrafa americana Annie Leibovitz afirmou nesta quinta-feira estar "profundamente agradecida" pelo Prêmio Príncipe de Astúrias de Comunicação e Humanidades, anunciado hoje na cidade espanhola de Oviedo.

"Estou profundamente agradecida à Fundação Príncipe das Astúrias por esta honra extraordinária", afirmou Leibovitz em uma declaração divulgada por seu agente editorial, Robert Pledge.

"Os prêmios Príncipe das Astúrias foram concedidos no passado a gente cujo trabalho é muito importante para mim. Estou contente e com um sentimento de humildade por estar em sua companhia", concluiu.

O anúncio da Fundação encontrou Annie Leibovitz realizando um trabalho "exigente" em um lugar não precisado da Europa e, por isso, foi complicado comunicar-se com ela para anunciar a concessão do prêmio e conhecer sua reação, explicou Pledge em uma declaração.

O agente acrescentou que Leibovitz voltará aos Estados Unidos na próxima semana e que a partir de então poderá expressar-se de forma mais extensa sobre o prêmio.

Leibovitz (Connecticut, 1949), que ao longo de sua carreira retratou mitos como Mick Jagger, Michael Jackson, Bob Dylan e Bruce Springsteen, venceu nas últimas votações do júri os outros dois finalistas: a agência de fotografia Magnum e a jornalista Christiane Amanpour.

O Prêmio Príncipe de Astúrias de Comunicação e Humanidades reconhece o trabalho de criação e pesquisa no conjunto de atividades humanísticas e no relacionado aos meios de comunicação social que represente uma contribuição relevante à cultura universal.

Os prêmios Príncipe das Astúrias, que este ano chegam a sua 33ª edição, são dotados, cada um deles, com uma escultura de Joan Miró, 50 mil euros, um diploma e uma insígnia.