Entretenimento

Poema escrito por Churchill não encontra comprador em leilão em Londres

10/04/2013 12h11

Um poema escrito pelo ex-primeiro-ministro britânico e Nobel de Literatura Winston Churchill (1874-1965), o único que lhe foi atribuído em idade adulta, não teve comprador em um leilão em Londres nesta quarta-feira (10).

O poema, encontrado por acaso e até há pouco inédito, havia sido estimado pela casa Bonhams em até 15 mil libras (US$ 23 mil dólares ou R$ 45,5 mil).

A obra, intitulada "Our Modern Watchwords" e de 40 versos, foi escrita por Churchill quando era um jovem oficial do quarto regimento de hussardos britânico e tinha cerca de 25 anos de idade, antes de 1901, segundo a Bonhams.

Trata-se de um tributo ao Império Britânico em que o autor lista algumas das frentes estrangeiros nos quais seu Exército tentava avançar na época, entre eles, cidades da China, Japão e Nigéria.

Churchill se uniu ao regimento de hussardos em 1895 e serviu em Cuba e na Índia, além de participar da guerra dos Boers na África do Sul (1899-1900).

O poema leiloado hoje é o único texto lírico conhecido de Churchill, primeiro-ministro conservador desde 1940 a 1945 e de 1951 a 1955, com exceção de "The Influenza", que compôs quando tinha 15 anos e com o qual ganhou um concurso escolar.

Roy Davis, um colecionador de manuscritos de Haseley, em Oxfordshire (centro da Inglaterra), foi quem descobriu o poema, cuja qualidade literária, segundo reconheceu, não está no nível da famosa oratória de quem foi primeiro-ministro do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A excelência de seus discursos, assim como seu "domínio da descrição histórica e biográfica", valeu a Winston Churchill em 1953 o Prêmio Nobel de Literatura da Academia Sueca.

Poema de Winston Churchill vai a leilão

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo