PUBLICIDADE
Topo

Descoberto autorretrato de Rembrandt avaliado em US$ 30,1 milhões

Autorretrato do pintor holandês Rembrandt com um valor estimado em US$ 30,1 milhões - EFE
Autorretrato do pintor holandês Rembrandt com um valor estimado em US$ 30,1 milhões Imagem: EFE

De Londres

18/03/2013 11h03

Um quadro doado em 2010 ao National Truste - organização britânica responsável pela preservação de castelos e casas históricas do Reino Unido - foi identificado como um autorretrato do pintor holandês Rembrandt com um valor estimado em US$ 30,1 milhões, informou a entidade nesta segunda-feira.

Um especialista na obra de Rembrandt assegurou que o autorretrato do pintor que estava nas paredes da Abadia de Buckland, no condado inglês de Devon, e que era atribuído a um pupilo do mestre holandês, na verdade, foi pintado pelo próprio artista.

A obra foi cedida à fundação há três anos como uma peça dos herdeiros da falecida Lady Samuel de Wych Cross, cujo marido, o filantropo Lorde Samuel de Wych Cross, colecionou várias pinturas durante sua vida, muitas delas expostas atualmente na galeria Mansion House de Londres.

Horst Gerson, um especialista na obra do holandês, e o chamado Rembrandt Research Project (RPP), um projeto de pesquisa sobre Rembrandt, concluíram há quatro décadas que esse retrato tinha sido feito por um dos pupilos do artista.

No entanto, após analisar a evolução do estilo do pintor e após desenvolver uma nova investigação sobre a pintura a cargo do especialista mais renomado na obra de Rembrandt, Ernst Van de Wetering, o quadro passou a ser atribuído ao gênio holandês.

Segundo a fundação, que realizará novas investigações na tela no final deste ano, a obra chegou à entidade em 2010 e seu atual valor estimado é de US$ 30,1 milhões, embora não possa ser vendida, já que essa fundação tem a missão de zelar a arte nacional em benefício público.

"Esta descoberta é incrivelmente emocionante e importante. O trabalho de conservação e de análise técnica que serão realizados durante o inverno poderá nos confirmar a autoria da obra", afirmou hoje David Taylor, comissário de Pinturas e Esculturas da fundação.

Rembrandt Harmenszoon Van Rijn (1606-1669) foi um dos pintores de auto-retratos mais reconhecidos, e os especialistas estimam que o artista holandês teria pintado entre 40 e 50 quadros de si mesmo.

No autorretrato achado na Abadia de Buckland, por exemplo, o artista teria aproximadamente 29 anos, já que a obra é datada em 1635 e, inclusive, traz a assinatura "Rembrandt".

"A última vez que nossa equipe analisou este autorretrato foi em 1968 e, de acordo com o que sabíamos sobre o estilo de Rembrandt na ocasião, decidimos que o mais provável era que tivesse sido pintado por um de seus pupilos", afirmou o especialista Ernst Van de Wetering, historiador holandês e presidente do citado RRP.

No entanto, segundo Van de Wetering, a RRP reuniu mais informações sobre os autorretratos de Rembrandt, assim como as mudanças em seu estilo, nos últimos 45 anos, um fato que possibilitou essa nova atribuição do quadro.