Topo

Entretenimento

Poemas inéditos de Rudyard Kipling serão lançados em março

AP
O escritor Rudyard Kipling na biblioteca de sua residência em Dummerston, Vermont (EUA) Imagem: AP

26/02/2013 10h13

Cinquenta poemas inéditos do escritor e poeta Rudyard Kipling (1865-1936), eleito em várias ocasiões como o favorito dos britânicos, serão publicados em março em uma compilação.

Os textos foram encontrados pelo acadêmico americano Thomas Pinney e divididos entre arquivos familiares, documentos de um diretor da empresa naval Cunard Line e durante obras em uma casa em Manhattan (Nova York), segundo publica nesta terça-feira o jornal "The Guardian".

A coleção aborda temas como a I Guerra Mundial (1914-18), que o escritor britânico inicialmente apoiou, até a morte de seu filho John na batalha de Loos em 1915, que inspirou seus "Epitaphs of the War" (Epitáfios da Guerra).

"Se há alguma questão que justifique por que morremos, contem-na, porque nossos pais mentiram", escreveu em tom amargurado o poeta.

Outros versos descobertos por Pinney abordam temas quentes da época como os limites da imprensa e a invasão da privacidade, que o ganhador do prêmio Nobel de Literatura de 1907 critica em seu poema "The Press" (A imprensa).

"Você tem moral? Arde sua sagacide? Como se chama sua mulher? Quanto você ganha?", pergunta-se, entediado, imitando as perguntas que os jornalistas lhe faziam.

Nascido na Índia colonial, Kipling foi uma figura literária muito popular mas frequentemente considerado "politicamente incorreto" por sua forte defesa do imperialismo britânico.

Essa faceta de Kipling foi criticada por alguns reconhecidos autores contemporâneos como o também britânico George Orwell (1903-1950), que chegou a chamá-lo de "o profeta do imperialismo".

Os 50 poemas inéditos serão publicados no mês que vem em uma nova edição compilatória de suas obras completas pela editora Cambridge, incluindo obras como "O livro da Selva", "O homem que queria ser rei" e "Kim".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento