Topo

Entretenimento

Dez maneiras de enfrentar o fim do mundo no universo do cinema

20/12/2012 06h07

Mateo Sancho Cardiel.

Madri, 20 dez (EFE).- Filmes de todos os tipos, de superproduções como "Independence Day" até produções independentes como "Melancolia", já recriaram o suposto fim do mundo com soluções para evitá-lo ou para encará-lo da melhor maneira possível; exemplos que podem ser válidos caso a profecia maia seja comprovada nesta sexta-feira.

1. O IMPORTANTE SOU EU, POR LARS VON TRIER.

Lars von Trier, um especialista em explorar ao máximo as cenas de sofrimento, não poderia deixar de trazer à tona sua peculiar visão do apocalipse, como a usada no filme "Melancolia" (2011). Em meio a um luxuoso casamento nos moldes britânicos, Charlotte Gainsbourg vive momentos de pânico, enquanto uma bipolar Kirsten Dunst decide abrir um bom vinho e desfrutar o espetáculo.

2. EUA SE ENCARREGAM, POR ROLAND EMMERICH.

Caso seja uma ameaça alienígena é melhor que os americanos tomem o controle da situação, ainda mais se o fim do mundo cair bem no dia de sua festa nacional, 4 de julho, e Will Smith for o protagonista. Em "Independence Day", a recomendação é o contra-ataque, independente do número de vítimas que essa operação suicida possa causar. Após este êxito, o diretor Roland Emmerich voltou a filmar essa mesma catástrofe em "O Dia Depois de Amanhã" (2004) e "2012" (2009).

3. O HOMEM EM EXTINÇÃO, POR ALFONSO CUARÓN

Em "Filhos da Esperança", ambientado na Inglaterra de 2027, o homem está perdendo sua capacidade de se reproduzir, sendo que Clive Owen e Julianne Moore têm que salvar o último filho dos homens. Esse fim do mundo filosofa com uma irmã gêmea ("Ensaio Sobre a Cegueira", com texto de José Saramago e direção de Fernando Meirelles) e uma prima ("A Estrada", baseada no romance de Cormac McCarthy).

4. METEORITOS SIMULTÂNEOS, POR "ARMAGEDDON" e "IMPACTO PROFUNDO"

Dois filmes com estreias simultâneas se preocuparam em acabar com a Terra do mesmo modo: com meteoritos. Se no filme de Michael Bay, Bruce Willis e Ben Affleck conseguem salvar o planeta em uma missão espacial, o de Mimi Leder não foge muito disso, mas se destaca ao trazer Morgan Freeman como um presidente negro muito antes que Obama e um Jake Gyllenhaal ainda adolescente.

5. UMA MODELO SALVARÁ O MUNDO, POR LUC BESSON.

A escultural Milla Jovovich, com seu famoso (e mínimo) vestido de vinil branco, se transforma na chave para salvar o mundo em "O Quinto Elemento", um filme de ação com base no imaginário de Luc Besson, que também apostou em um especialista em apocalipse, Bruce Willis, e em um vilão de luxo, Gary Oldman. Óperas techno, viagens ao espaço e excesso de maquiagem formam esse clássico de ação aos moldes europeus.

6. O MUNDO NUMÉRICO SE DESMANCHA, PELOS IRMÃOS WACHOWSKY

Em "Matrix", o mundo como conhecemos deixa de existir graças aos irmãos Wachowsky. A famosa pílula vermelha revelou uma realidade paralela cheia de matrizes, oráculos, roupas e óculos escuros. Neste caso, Keanu Reeves partiu em busca de esclarecimentos, mas, mesmo depois de três filmes, não conseguiu mudar muita coisa e ainda deixou o final em aberto.

7. FIM DO MUNDO ESCRACHADO, POR ÁLEX DE LA IGLESIA

Não é o dia do fim do mundo, mas "El Día de la Bestia" (O Dia da Besta). Não é um herói convencional, mas um pesado Santiago Segura. O encontro com o Anticristo ocorre em Madri, com clímax nas Torres Kío. É o apocalipse na Espanha underground, regado a cerveja e ao tom mais escrachado de Álex de la Iglesia, a maneira mais divertida de enfrentar o final dos tempos.

8. MAIAS VIVEM UM APOCALIPSE NÃO PROFÉTICO, POR MEL GIBSON

Um adorador dos idiomas passados, das origens e do fim da civilização, Mel Gibson articulou sozinho a superprodução "Apocalypto", ambientada após a chegada dos conquistadores espanhóis e rodada em maia iucateco. Seu apocalipse é a destruição entre dois exércitos sanguinários. Mesmo acusado de racista e cruel, o mundo não acabou, mas a carreira de Gibson esteve a ponto de acabar.

9. SOB EPIDEMIA, O SEGUNDO APOCALIPSE DE WILL SMITH

Will Smith já tinha vencido os extraterrestres, mas ainda teve forças para fazer parte do 1% das pessoas que é imune a uma devastadora epidemia em "Eu Sou a Lenda". Embora tenha se sacrificado para garantir a sobrevivência da espécie, a edição em DVD contou com um final alternativo, já que Will Smith não morre tão facilmente.

10. APOCALIPSE "INDIE", POR DANNY BOYLE.

Danny Boyle trocou as drogas de "Trainspotting - Sem Limites" pelos zumbis em "Extermínio", filme no qual o Reino Unido se vê ameaçado pela propagação vertiginosa do vírus dos não mortos. Sucesso do terror britânico e independente, o filme ganhou uma continuação, intitulada "Extermínio 2", sob as mãos de Juan Carlos Fresnadillo. Neste caso, um sempre sobreviverá, mesmo que somente para garantir novas sequências.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento