Entretenimento

Escultura é inaugurada em Miami pelos 50 anos de grande emigração infantil cubana

EFE
Detalhe da escultura "The Tower of Snow", de Enrique Martínez Celaya, instalada em frente à Torre da Liberdade, em Miami, para lembrar os 50 anos da Operação Peter Pan, em que 14.048 saíram de Cuba Imagem: EFE

Do UOL, em Miami

19/10/2012 20h59Atualizada em 19/10/2012 21h10

O Miami Dade College (MDC) inaugurou nesta sexta-feira (19) uma grande escultura elaborada por Enrique Martínez Celaya em comemoração ao 50º aniversário da Operação Peter Pan, quando 14.048 crianças saíram de Cuba no que foi considerado o maior êxodo infantil do século 20 no Ocidente.

A escultura "The Tower of Snow" foi instalada em frente da famosa Torre da Liberdade de Miami, uma propriedade da faculdade inspirada na Giralda de Sevilha e pertencente ao registro de lugares históricos dos Estados Unidos.

O edifício serviu para alojar os refugiados cubanos que fugiram da ilha após o triunfo da Revolução Cubana (1959) e da chegada de Fidel Castro ao poder entre 1960 e 1974.

A obra de Enrique Martínez Celaya (Cuba, 1964), esculpida em bronze e de 3,3 metros de altura, mostra uma criança de muletas que leva nas costas um volume em forma de casa. É um monumento em memória dos milhares de menores cubanos que chegaram sozinhos aos Estados Unidos entre 1960 e 1962.

"Durante anos, como os sentimentos de desapego e de se sentir um estrangeiro pareciam específicos da minha experiência, comecei a me informar sobre a Operação Peter Pan e descobri minha história em muitos relatos", disse Martínez Celaya, que nasceu apenas alguns anos depois da Operação Peter Pan e também deixou Cuba quando menino.

O artífice da Operação Peter Pan foi o monsenhor Bryan Walsh, que se encarregou de receber os menores que depois eram transferidos para acampamentos, orfanatos e famílias adotivas.

A operação, que foi oficialmente concluída no dia 23 de outubro de 1962, com a suspensão de todos os voos comerciais entre Estados Unidos e Cuba, foi realizada pouco depois do triunfo da Revolução Cubana quando um homem levou a Walsh um menino chamado Pedro para que lhe desse abrigo, enquanto seus pais tentavam sair de Cuba.

Walsh se deu conta de que havia muitos casos de menores cubanos que chegavam sozinhos aos Estados Unidos buscando um lugar seguro e fez contato com a Administração do então presidente, Dwight Eisenhower, que forneceu recursos para apoiar o programa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo