PUBLICIDADE
Topo

Eduardo Galeano recebe alta depois de seis dias internado em Montevidéu

Escritor uruguaio Eduardo Galeano na abertura da mostra "Memoria del Fuego. La exposición", baseada em seu livro, em Montevidéu (7/7/2012) - Iván Franco/EFE
Escritor uruguaio Eduardo Galeano na abertura da mostra "Memoria del Fuego. La exposición", baseada em seu livro, em Montevidéu (7/7/2012) Imagem: Iván Franco/EFE

29/08/2012 21h07

O escritor uruguaio Eduardo Galeano recebeu alta nesta terça-feira (28) e saiu do hospital particular de Montevidéu onde estava internado desde o último dia 22 para se submeter a "exames de rotina", informaram nesta quarta-feira fontes do centro médico.

A estadia de Galeano, uma das principais personalidades da cultura uruguaia, no Hospital Britânico, foi marcada pela discrição. Pouco se soube sobre o estado de saúde do autor de "As veias abertas da América Latina", e até mesmo a notícia de que ele havia sido internado só ficou conhecida porque "vazou".

Porta-vozes do hospital se limitaram a informar à Agência Efe que Galeano, de 71 anos, voltou para casa na terça-feira, e não deram mais detalhes sobre seu quadro clínico.

O escritor uruguaio apresentou no dia 3 de abril, em Montevidéu, seu novo livro "Os filhos dos dias", que tem referências a vários países da América Latina, detidos-desaparecidos e críticas à Igreja e ao FMI.

A obra, de número 16 do autor, é um compêndio de 365 contos curtos, alguns de apenas cinco linhas, um para cada dia do ano e com referências a fatos históricos.