Topo

Entretenimento

Filme brasileiro compete em festival de cinema de San Sebastián

Divulgação
Estátua da personagem Mafalda foi inaugurada em 2009 Imagem: Divulgação

27/08/2012 16h11

San Sebastián (Espanha), 27 ago (EFE).- Uma lista com 11 filmes procedentes de Brasil, Argentina, México, Chile e Uruguai, alguns deles co-produzidos com países europeus, competem na categoria Horizontes Latinos da 61º edição do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián (Espanha), que será realizado entre os dias 20 e 28 de setembro.

A organização do Zinemaldia divulgou nesta terça-feira em comunicado os 11 longas que integram a categoria, uma série de filmes latino-americanos que concorreram ou foram apresentados em importantes festivais, mas que não entraram em cartaz na Espanha.

O vencedor do prêmio, escolhido por um júri específico, receberá 35 mil euros (cerca de R$ 111 mil), dos quais 10 mil euros (R$ 31 mil) irão para o diretor da obra e o restante para seu distribuidor na Espanha.

O Brasil está presente com "O lobo atrás da porta", de Fernando Coimbra, mas o favorito é o mexicano "Heli", já que o filme rendeu a Amat Escalante o prêmio de melhor diretor no último Festival de Cannes.

Também passaram por Cannes os filmes "La jaula de oro" (México-Espanha), de Diego Quemada-Díez, e o novo longa de Lucía Puenzo, "Wakolda", uma co-produção entre Argentina, Espanha, França e Noruega que narra a história real de uma família argentina que conviveu com um dos maiores criminosos da história sem conhecer sua verdadeira identidade.

Participam também a animação "Anina" (Uruguai-Colômbia), de Alfredo Soderguit, e o documentário "Who is Dayani Cristal?" (Reino Unido-México), dirigido por Marc Silver e protagonizado por Gael García Bernal.

Frutos da sessão Cinema em Construção, que serve para ajudar a finalizar projetos procedentes da América Latina, também serão vistos na categoria Horizontes, com "De Menor" (Brasil), de Caru Alves de Souza, e "Tanta agua", uma co-produção entre Uruguai, México, Holanda e Alemanha dirigida por Ana Guevara e Leticia Jorge, considerada a melhor estreia no Festival de Guadalajara.

Este último filme foi exibido também na seção Panorama do Festival de Berlim, da mesma forma que outro selecionado na categoria Horizontes Latinos: "Workers" (México-Alemanha), de José Luis Vale, que ganhou o prêmio de melhor longa-metragem mexicano em Guadalajara.

"Pensé que iba a haber fiesta" (Argentina-Espanha), dirigido por Victoria Galardi e protagonizada por Elena Anaya, e "Raiz", de Matías Rojas Valencia (Chile), completam a lista de indicados da categoria Horizontes Latinos de 2013.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento