Topo

Entretenimento

França retira Legião de Honra do estilista britânico John Galliano

25/08/2012 06h33

Paris, 25 ago (EFE).- O Governo francês retirou nesta semana a Legião de Honra, a mais alta condecoração do país, do estilista britânico John Galliano, condenado no ano passado a uma multa de 6 mil euros por injúrias racistas e antissemitas, informou neste sábado o diário "Le Parisien".

Assim indica um decreto do presidente François Hollande publicado na quarta-feira passada no Diário Oficial, o qual foi motivado pelo escândalo no qual o ex-diretor artístico da Dior se viu envolvido no ano passado.

Qualquer nome de prestígio que em sua profissão tenha alcançado "méritos extraordinários" é suscetível de ser condecorado, e Galliano recebeu essa distinção em janeiro de 2009, unindo seu nome a uma lista na qual também figuram cineastas como Steven Spielberg, pintores como Henri Matisse e atrizes como Salma Hayek.

A retirada da Legião de Honra é mais uma consequência da confusão protagonizada por Galliano em um bar de Paris em fevereiro de 2011, onde proferiu insultos antissemitas e racistas contra um casal sentado próximo a ele.

Seu ostracismo no mundo da moda começou em março, quando a Dior lhe demitiu devido ao "caráter particularmente odioso do comportamento e das declarações sustentadas", e um mês depois Galliano também teve de deixar a companhia que levava seu nome por decisão do seu conselho de administração.

O estilista pediu perdão pelos incidentes, reconheceu que se encontrava sob efeito de uma mistura de álcool e comprimidos e alegou não lembrar-se com exatidão do incidente.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento