Topo

Entretenimento

Arqueólogos encontram altar onde "Mona Lisa" pode ter sido enterrada

Claudio Giovannini/AFP
Esqueleto humano é encontrado na escavação de uma vala no interior de Florença, na Itália, durante pesquisa no local do enterro de Lisa Gherardini, a modelo que Leonardo da Vinci teria usado para pintar a Mona Lisa (17/7/12) Imagem: Claudio Giovannini/AFP

19/07/2012 08h52

Arqueólogos italianos encontraram no convento de Santa Úrsula, situado na cidade de Florença, um altar que possivelmente pode abrigar os restos mortais de Lisa Gherardini, a famosa "Mona Lisa".

Durante as escavações arqueológicas realizadas na última semana na igreja do convento de Santa Úrsula - onde a mulher imortalizada por Leonardo da Vinci vivia no final de sua vida -, os pesquisadores encontraram um altar que pode estar ligado à célebre modelo, informaram nesta quinta-feira fontes da província de Florença.

Durante as escavações na igreja, um novo esqueleto também foi encontrado, mas, até o momento, não há confirmação se trata-se de uma mulher ou de um homem. A ossada estava em uma sepultura em terra, algo comum entre as freiras franciscanas que habitavam o convento, mas não entre os nobres, que tinham sepulcros mais luxuosos.

Enquanto esse esqueleto é estudado com exatidão, as escavações continuam intensas, já que os arqueólogos reconhecem a dificuldade de encontrar os restos mortais de "Mona Lisa" em um templo onde há sepulturas desde o século XIV até o XVI.

Para a arqueóloga Valeria D'Aquino, que faz parte da equipe que revelou o descobrimento do altar - datado entre finais do século XV e o século XVI -, "seguramente este altar era usado nos tempos de Lisa Gherardini", que morreu no dia 15 de julho de 1542 nesta mesma cidade toscana.

Segundo o presidente do Comitê de Valorização de Bens Históricos, Silvano Vicente, a "Mona Lisa" e a nobre María do Riccio são as únicas mulheres alheias ao convento que foram enterradas ali nessa época e, por isso, os arqueólogos devem estudar atentamente os restos mortais encontrados no lugar.

As escavações em busca dos restos mortais de "Mona Lisa" fazem parte das obras de restauração do antigo convento, que, em breve, deverá ser reaberto por incumbência da Superintendência para os Bens Arqueológicos da Toscana.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento