Entretenimento

Legado têxtil da mãe de Obama vira tema de exposição em museu da Malásia

07/07/2012 10h05

Paula Regueira Leal.

Kuala Lumpur, 7 jul (EFE).- Uma coleção de peças e tecidos da mãe de Barack Obama, reunidos durante uma série de viagens e pesquisas que a mesma fez pela Indonésia como antropóloga, ganha destaque em uma exposição que será exibida até o final de julho no Museu de Arte Islâmica da Malásia, em Kuala Lumpur.

A exposição em destaque exibe dezenas de batiks (pintura com cera quente sobre tecido) e outras telas profusamente decoradas com motivos florais que Ann Dunham, a mãe do atual presidente americano, vestiu e utilizou ao conhecer a fundo essa distante cultura.

Segundo Ann, o batik, uma tela versátil e também uma tradicional vestimenta usada pelos sultões, comerciantes e camponeses, representa o melhor reflexo da diversidade na Indonésia, um arquipélago que abriga 300 grupos étnicos e se fala cerca de 700 idiomas e dialetos.

Ann Dunham, que morreu em 1995 nos Estados Unidos, se sentiu fascinada pela singeleza destas peças e com a facilidade de confeccionar vestidos ou saias com este estilo.

"Senti curiosidade pela exposição porque queria saber o que têm em comum o presidente dos Estados Unidos e o batik. Desta forma, descobri que a mãe de Obama era uma especialista neste tecido típico do Sudeste Asiático", disse à agência Efe a jovem Sri Gaol ao visitar o museu da Malásia, outro país onde o batik é bem popular.

Sri Gaol elogiou o gosto da mãe de Obama e destacou que a antropóloga conseguiu superar "a típica visão que os estrangeiros costumam ter do Sudeste Asiático".

O interesse de Ann Dunham pelo batik fez com que a antropóloga decidisse aprender diversas técnicas de criação, chegando a cursar classes de pintura e tingimento em seu retorno aos Estados Unidos, mas ainda seguindo a tradição têxtil da Indonésia.

Essa mostra destaca os panos de tons coloridos que a mãe de Obama sentiu uma atração especial durante sua estadia na Indonésia nas décadas de 60 e 70.

"Cada peça da exibição tem um significado profundo. Ann Dunham não era somente uma estrangeira que desfrutava das cores vibrantes do batik", explicou Heba Nayel, curadora da exibição de tecidos.

Segundo Nayel, essa mostra apresenta as peças mais vestidas pela população de diferentes classes sociais da Indonésia, incluindo as "que não eram caras" e as "reservadas para a corte real".

O interesse da antropóloga americana por estes exóticos desenhos foi além da estética e, por isso, a mostra também ressalta o trabalho que desenvolveu para promover de uma rede de microcréditos entre as artesãs de batik na a ilha de Java.

"Ela pensou que as artesãs do batik poderiam trabalhar em cooperativas e fazer suas telas sem serem exploradas; não pediu para as artesãs levarem seus produtos à cidade, mas ajudou e muito", destacou Nayel.

Em um vídeo gravado para exposição, o presidente dos Estados Unidos indica que esta coleção de tecidos reunidos por sua mãe não está somente relacionada com a moda, mas com uma faceta dela como pessoa.

"Como mulher, ela sabia que os tecidos eram o sustento das mães e mulheres da região", aponta Obama, que também espera que o legado deixado por sua mãe "continue ampliando o entendimento entre pessoas e entre nações".

Além da relevância do batik, a exposição também exalta a faceta viajante de Ann Dunham, que viveu em vários estados dos EUA, na Indonésia e no Paquistão, e seu interesse por outras culturas, uma atitude que fica comprovada em seus dois casamentos inter-raciais, com um queniano e um indonésio.

E foi "o batik que, como antropóloga, ajudou ela a compreender a vida de outras pessoas, suas esperanças, suas tradições e seus desafios", sintetizou Obama, que viveu vários anos em Jacarta durante sua infância.

Declarado patrimônio imaterial da humanidade em 2009, o batik atualmente é um símbolo da identidade nacional e um ícone cultural da Indonésia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo