Entretenimento

Exposição leva 10 guerreiros de terracota da China até Nova York

AFP PHOTO/DON EMMERT
Cavaleiros de terracota expostos no Discovery Times Square (27/4/2012) Imagem: AFP PHOTO/DON EMMERT

Nova York

27/04/2012 15h52

Em uma representação do peculiar Exército formado por 8 mil guerreiros de terracota, que tinham a missão de proteger o primeiro imperador da China após sua morte, dez soldados desembarcaram nesta sexta-feira em Nova York, onde estrelam uma grande exposição no centro Discovery Times Square.

"O rei Qin Shi Huangdi, que unificou China e se tornou o primeiro imperador, sabia do importante papel que seu poderoso Exército teve neste processo e, por isso, mandou construir outro análogo, de 8 mil homens, para protegê-lo após sua morte", explicou à Agência Efe o curador da exposição "Guerreros de Terracota", Chen Shen.

A mostra é composta por estes dez guerreiros, de mais de 1,80 metros e 270 quilos, e por mais de 200 objetos que também foram enterrados juntos com o imperador, como ferramentas, joias e instrumentos musicais.

Entre o material reunido, a exposição ainda destaca cerca de 20 peças que nunca foram vistas nos Estados Unidos anteriormente, como as portas de uma câmara funerária da dinastia Han, um "Lai Ding" (utensílio de cozinha) e um "Eis" de bronze (uma vasilha para água ou vinho).

Os 8 mil guerreiros de terracota, uma das mais importantes descobertas arqueológicas do século XX, foram encontrados em 1974, na província chinesa de Shaanxi. O Exército estava próximo ao túmulo de Qin Shi Huangdi, cuja construção se prolongou durante 40 anos e contou com 700 mil trabalhadores.

Huangdi viveu entre os anos 230 e 221 a.C. e conquistou seis estados rivais até fundar, no ano de 39, um império chinês unificado. Como líder deste mesmo, o primeiro imperador da China criou leis e estabeleceu uma administração que se perpetuaria durante os 2 mil anos seguintes.

Segundo o curador da mostra, o imperador poderia ter premiado alguns de seus soldados com replicas de seus traços nos próprios guerreiros de terracota. Dos 2 mil soldados desenterrados, todos apresentam características diferenciadas.

"Não há duas esculturas iguais, todas são diferenciadas em alguns detalhes. Os guerreiros se distinguem especialmente por seus penteados, mas também por suas roupas", indicou Shen à Agência Efe.

O Exército de terracota conta com seis tipos diferentes de guerreiros, sendo que cinco deles estarão representados na exposição de Nova York, onde, segundo Shen, o público poderá conferir dois dos nove únicos soldados achados por inteiro.

"Os guerreiros poderão ser vistos de perto e em 360 graus, algo que em sua localização original na China não é possível e, por isso, essa exposição poderá gerar uma experiência única ao público", completou o curador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo