Entretenimento

Bienal de Literatura de Brasília começa com manifestação de professores

14/04/2012 14h56

Brasília, 14 abr (EFE).- A primeira edição da Bienal do Livro e da Leitura de Brasília, que reuniu autoridades políticas e culturais, como o Nobel nigeriano de literatura Wole Soyinka, começou neste sábado com uma cerimônia marcada pelo protesto de professores da rede pública.

O ato, realizado no mesmo local onde ocorre a Bienal - um espaço situado na esplanada dos Ministérios de Brasília -, começou ao som do hino nacional brasileiro, cantado com devoção pelos manifestantes, e foi seguido pelos discursos das autoridades.

O secretário de Cultura do Governo do Distrito Federal, Hamilton Pereira, defendeu a importância do "diálogo entre a cultura brasileira e suas raízes, particularmente a africana", e disse que este era um momento de "extraordinária importância para a cultura" e para a capital do país.

No entanto, suas palavras foram constantemente interrompidas pelas palavras de ordem emitidas pelos manifestantes, que gritavam ("sem professor não há educação") e exibiam cartazes em que se poderia ler: "Agnelo, cumpre o acordo", em referência ao chefe do Governo regional, Agnelo Queiroz.

Os professores de ensino médio da rede pública, que estão há 34 dias em greve, invadiram a Bienal para exigir um reajuste salarial gradual até 2014, entre outras reivindicações.

A cerimônia da Bienal de Brasília também contou com a participação do presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Galeno Amorim, assim como Wole Soyinka, que foi recebido com sonoros aplausos.

O escritor nigeriano chegou a ironizar os contínuos gritos dos manifestantes ao comentar que "nunca poderia imaginar que seus livros despertariam tanto entusiasmo".

Soyinka, que recebeu o prêmio Nobel em 1986, manifestou sua satisfação em voltar ao Brasil, país que considera seu "segundo lar" devido às raízes africanas da cultura brasileira.

Dramaturgo, romancista e ensaísta, o escritor nigeriano será homenageado esta noite com uma cerimônia no Museu Nacional de Brasília.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo