Entretenimento

Ai Weiwei apaga câmeras de sua casa a pedido das autoridades chinesas

Montagem UOL / Miguel Villagran/Johannes Simon/Getty Images
O artista chinês Ai Weiwei em 2009 (esq.) e frase pedindo a liberdade do artista, que foi preso em 2011, em topo de prédio na Áustria onde ocorreu exposição sobre seu trabalho Imagem: Montagem UOL / Miguel Villagran/Johannes Simon/Getty Images

05/04/2012 03h28

Apenas dois dias após iniciar seu "Big Brother" caseiro, o artista e dissidente chinês Ai Weiwei, em regime de liberdade vigiada desde junho passado, teve de apagar as câmeras que instalara em sua casa, a pedido das autoridades chinesas, disse o próprio à Agência Efe nesta quinta-feira.

"Recebi a ordem de apagá-las, mas não me deram nenhuma explicação sobre o motivo", declarou Ai por telefone desde seu estúdio no bairro de Caochangdi, em Pequim.

Ai insistiu nesta quinta-feira que a exposição de sua intimidade representava um "presente para o público" e também para a segurança pública, em menção às 15 câmeras das autoridades do regime comunista que cercam sua propriedade e acompanham, dia a dia, seus movimentos.

O artista, famoso entre outras coisas por sua colaboração na construção do estádio olímpico de Pequim, afirmou não estar "nem triste, nem contente" com o resultado de sua iniciativa, e também não se aventurou a anunciar qual será seu próximo movimento na queda de braço que mantém com as autoridades desde há um ano.

Ai permaneceu detido durante 81 dias - sem acusações - entre abril e junho de 2011, e foi acusado posteriormente pelas autoridades chinesas de evadir mais de US$ 2 milhões da companhia na qual trabalhava, valor que pôde pagar graças às doações de mais de 30 mil compatriotas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo