Entretenimento

Escritor Eduardo Galeano critica igreja e FMI em seu novo livro

Lila Rodrigues/Divulgação Fliporto
O escritor e jornalista Eduardo Galeano, durante a Feira Internacional do Livro de Porto de Galinhas (Fliporto) de 2009 Imagem: Lila Rodrigues/Divulgação Fliporto

03/04/2012 22h33

O escritor uruguaio Eduardo Galeano apresentou nesta terça-feira em Montevidéu seu novo livro, "Los hijos de los días" com uma leitura de trechos da obra com referências a vários países da América Latina e aos desaparecidos políticos, além de críticas à igreja e ao FMI.

O 16° livro do autor de "As veias abertas da América Latina" é um compêndio de 365 contos curtos, alguns de apenas cinco linhas, um por cada dia do ano, com referências a fatos relevantes, ou nem tanto, da história.

"Da cada dia nasce uma história porque somos feitos de átomos, somos feitos de histórias", disse Galeano.

A nova Constituição da Bolívia, que "mudou a condição dos índios de mão de obra a filhos da pátria", ou a do Equador, "que reconhece a natureza como sujeito de direito", foram reconhecidas na obra e na leitura que Galeano realizou no Teatro Solís, o mais importante do Uruguai.

O cantor argentino Juan Carlos Dávalos, o chefe inca Atahualpa, a história dos Maias, o Descobrimento da América, Che Guevara, Emiliano Zapata e Augusto Sandino são outros dos presentes no novo livro e que foram lembrados na apresentação de Galeano.

Também não faltaram críticas à Igreja e ao papa Bento XVI, ao general Francisco Franco, ao Fundo Monetário Internacional, às companhias petrolíferas e aos bancos internacionais.

"Ninguém escreveu tanto sobre o dinheiro, tendo tão pouco dinheiro", escreveu Galeano em referência a Karl Marx. Sobre John D.Rockefeller, "rei do petróleo", escreveu que ele "viveu quase um século mas em sua autópsia não foi encontrado nenhum escrúpulo".

Outros temas como meio ambiente, crise econômica internacional, banqueiros, pobreza e os desaparecidos na América Latina foram outras das inspirações para os 365 contos do livro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo