Topo

Entretenimento

Espanha devolverá ao Egito 8 peças faraônicas de 4 mil anos

11/03/2012 07h30

Cairo, 11 mar (EFE).- O governo espanhol devolverá ao Egito oito peças faraônicas que datam da VI dinastia (2374-2192 a.C.) e que haviam saído do país de maneira ilegal em 1999, informou neste domingo o Ministério de Relações Exteriores egípcio.

As antiguidades, que são de pedra caliça, pertencem à tumba de Eimb Hur, um dos mais importantes personagens da VI dinastia, e têm inscritos em hieróglifo o nome e os títulos do proprietário da sepultura.

As peças foram descobertas na região de Kom el-Khamasin, na localidade monumental de Saqqara, a grande necrópole que foi a antiga capital do Egito, Mênfis, situada a 25 quilômetros ao sul do Cairo.

Segundo o comunicado divulgado neste domingo pelo Ministério das Relações Exteriores egípcio, ainda é necessário especificar a data na qual as autoridades espanholas entregarão as peças à embaixada egípcia em Madri.

O governo do Egito explicou que o acordo para a recuperação das antiguidades foi alcançado após uma série de contatos legais e diplomáticos entre a legação egípcia e as autoridades judiciais e governamentais espanholas.

O embaixador do Egito na Espanha, Ayman Zain el-Dine, soube em setembro de 2010 que a Polícia de Barcelona havia apreendido oito peças faraônicas que estavam em posse de antiquários, segundo a nota.

Após cumprir os trâmites necessários, a embaixada egípcia recebeu no sábado uma carta do governo espanhol na qual foi informado que aceitava a entrega das peças, acrescenta o comunicado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento