Entretenimento

Mulheres e jovens britânicos não se sentem representados na TV, diz BBC

31/01/2012 18h46

Londres, 31 jan (EFE).- Os jovens britânicos acham que a televisão apresenta uma imagem estereotipada deles, enquanto as mulheres sentem que não estão bem representadas, de acordo com um estudo da emissora "BBC".

Espectadores e analistas da indústria da comunicação participaram de uma enquete do canal britânico que revelou que 40% dos jovens do Reino Unido não estão satisfeitos com o modo com que são representados na televisão.

Essa faixa de telespectadores considera que os personagens que representam os jovens costumam ser estereótipos de pessoas "pouco respeitosas" que levam uma vida "improdutiva" e "vazia".

Quanto às mulheres, a principal queixa é que sua aparição é muito menor que o papel exercido por elas na sociedade.

"Este ponto de vista é expressado tanto pelos homens como pelas mulheres de todas as idades, apesar das queixas serem muito mais intensas entre as mulheres", acrescentaram as conclusões da pesquisa.

Os espectadores afirmaram que as programações televisivas caem frequentemente na "falta de respeito" com os idosos, que são retratados como homens e mulheres que "não vivem em seu tempo" e que tendem a "queixar-se" constantemente.

A emissora insistiu que os canais deveriam aumentar a participação de mulheres que representem papéis positivos para a sociedade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo