Entretenimento

Capitais celebram ano novo com grandes festas

01/01/2012 12h09

Rio de Janeiro, 1 jan (EFE).- As capitais brasileiras receberam o ano novo na madrugada desta terça-feira com festas para grandes multidões, com destaque para a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, que reuniu cerca de 2,3 milhões de pessoas.

Pela primeira vez em quatro anos, o Rio teve um réveillon sem chuva e sem calor excessivo, o que animou o público, que foi em massa assistir à queima de fogos e ouvir samba e música eletrônica até cerca das 4h.

A Polícia Militar calculou que 2,3 milhões de pessoas se reuniram nas areias de Copacabana, além de cerca de 45 mil pessoas que participaram da festa à distância, desde uma dezena de cruzeiros, iates e navios ancorados em frente à praia mais famosa do Brasil.

A festa carioca, que não teve incidentes graves, terminou com 45 pessoas hospitalizadas, em sua maioria por excesso de consumo de álcool, traumas ou cortes com garrafas, segundo dados da secretaria municipal de Saúde, citados por veículos de imprensa locais.

Milhares de garrafas de espumante e latas de cerveja se acumulavam ao longo dos quatro quilômetros de areia de Copacabana e se juntavam às montanhas de ramos de flores que se formaram na margem com os restos das oferendas a Iemanjá.

Os guarda-vidas tiveram trabalho para controlar o público, devido à força da correnteza, que ameaçou os que quiseram cumprir a tradição de saltar sete ondas para ter boa sorte no ano novo.

No final da festa, dezenas de milhares de pessoas foram obrigadas a caminhar vários quilômetros, passando por até dois túneis, para chegar às paradas de ônibus determinadas pela Prefeitura, que pela primeira vez proibiu totalmente a circulação de ônibus e táxis no bairro.

Em São Paulo a festa de ano novo reuniu cerca de 2 milhões de pessoas na Avenida Paulista, a via mais importante da maior cidade do Brasil.

As festas grandes se estenderam por todas as grandes capitais do país, incluindo cidades turísticas como Fortaleza, Recife e Salvador, todas elas, assim como o Rio, com festas na praia, queima de fogos e palcos com shows gratuitos.

Em Porto Alegre, a festa de ano novo se interrompeu por volta de 1h20, segundo jornais locais, depois que um forte temporal derrubou o teto da área "VIP", onde havia cerca de 200 pessoas e entre os quais houve vários feridos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo