Entretenimento

Samoa, Kiribati e Tokelau, no Pacífico, já comemoram o Ano Novo

31/12/2011 11h40

(Atualiza com chegada do Ano Novo a outros países)

Sydney (Austrália), 31 dez (EFE).- Os habitantes dos pequenos estados insulares de Samoa e Kiribati, e do território neozelandês de Tokelau, foram os primeiros a dar às boas-vindas ao ano 2012, seguidos por outros países do Pacífico, Nova Zelândia e Austrália.

Em Samoa, país que na sexta-feira fez uma manobra para pular de 29 para o 31 de dezembro sem passar pelo dia 30 de dezembro para chegar ao outro lado da linha imaginária que marca a mudança da data, seus 180 mil habitantes começaram a viver o Ano Novo às 8h (de Brasília).

Em Ápia, a capital de Samoa, milhares de moradores e turistas despediram-se de 2011 após assistir durante o dia às celebrações organizadas para festejar a mudança que coloca o país entre os primeiros a receber o Ano Novo.

A 2,3 mil quilômetros ao nordeste de Ápia e a 3h de voo, 2012 também chegou para os cerca de 5 mil habitantes de Natal (Christmas e Kiritimati) e para o restante da população das ilhas do estado de Kiribati.

Para quem também o Ano Novo já chegou foi o território neozelandês de Tokelau, formado por um grupo de atóis que ocupam uma superfície de 10 quilômetros quadrados e que habitado por 1,4 mil pessoas, que se uniu à iniciativa samoana.

Uma hora depois, às 9h (de Brasília), foi a vez de Niue, as Ilhas Salomão, o reino de Tonga e Nova Zelândia, que se despediu do ano de 2011, marcado pelo desastre causado pelo terremoto que em fevereiro atingiu a cidade de Christchurch, onde 181 pessoas morreram.

Em Christchurch, 3,5 mil pessoas se reuniram em Hagley Park rompendo a tradição de festejar o novo ano na Praça da Catedral, isolada por obras de reconstrução em consequência do grave tremor.

Na cidade de Auckland, a maior da Nova Zelândia, a meia-noite explodiu com um espetáculo de fogos de artifício com duração de cinco minutos. Em Wellington, no entanto, a capital, as autoridades cancelaram as festividades por causa de uma forte chuva.

Antes do anoitecer e enquanto se ultimavam os preparativos do tradicional espetáculo pirotécnico, na cidade australiana de Sydney milhares de pessoas estavam já reunidas nos arredores da emblemática construção da Opera House para celebrar a chegada do ano às 11h (de Brasília).

Um show pirotécnico que consumiu 7 toneladas de explosivos desenhou imagens no céu, detalhou a rede australiana de televisão "ABC".

As autoridades estimaram em 1,5 milhão o público reunido nos píers e nas ruas da cidade australiana para celebrar a chegada do Ano Novo e admirar o céu iluminado de Sydney.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo