Entretenimento

Novela luso-brasileira conquista Emmy Internacional em Nova York

Divulgação
Susana Vieira e Hugo Sequeira gravam a novela portuguesa "Laços de Sangue" em Lisboa, Portugal (30/9) Imagem: Divulgação

22/11/2011 03h29

A produção portuguesa "Laços de Sangue", fruto de uma parceria entre a emissora lusa "SIC" e a brasileira "TV Globo", venceu nesta segunda-feira em Nova York o prêmio Emmy na categoria de Melhor Novela.

O prêmio da 39ª entrega anual do Emmy também era disputado pela novela brasileira "Araguaia" ("TV Globo"), pela argentina "Contra las Cuerdas" e pela filipina "Precious Hearts Romances presents: Impostor".

Apesar da colaboração brasileira em "Laços de Sangue", é Portugal que fatura o prêmio pela novela. Nenhuma das candidaturas oficiais do Brasil ganhou neste ano, embora o país tenha tido o segundo maior número de indicações, atrás somente do Reino Unido, que, com cinco estatuetas, foi o grande vencedor da cerimônia.

A série britânica "Accused", que antes nem estava na lista das produções candidatas, levou o prêmio na categoria Melhor Drama. Também da Grã-Bretanha, "The World's Strictest Parents" ganhou como Melhor Programa Não-Ficcional e "Gareth Malone Goes to Glyndebourne" foi eleito o Melhor Programa Artístico.

O Reino Unido fez dobradinha nas categorias de interpretação. O prêmio de Melhor Ator foi para Christopher Eccleston, um dos protagonistas de "Accused", enquanto Julie Walters (da saga "Harry Potter") faturou como Melhor Atriz por seu papel em "MO".

Já a cobiçada categoria Melhor Minissérie ou Telefilme foi para a produção sueca "Millennium", adaptação televisiva da trilogia literária do escritor Stieg Larsson.

Representante oficial da América Latina, o programa chileno "Con Qué Sueñas?" venceu o Emmy na categoria Melhor Programa Infanto-Juvenil, enquanto o programa de câmera escondida belga "Benidorm Bastards" ganhou como Melhor Comédia. Na categoria Melhor Documentário, triunfou o canadense "Life With Murder".

A cerimônia de entrega dos prêmios foi apresentada pelo ator Jason Priestley e contou com a presença da cantora Lady Gaga, que atraiu os holofotes com seu ousado vestido preto e óculos escuros. Ela homenageou o criador de "American Idol", Nigel Lythgoe, a quem chamou de seu "produtor favorito".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo