Entretenimento

Oprah Winfrey e James Earl Jones ganham Oscar honorário

Agencia EFE

13/11/2011 20h05

Washington, 13 nov (EFE).- A apresentadora e atriz Oprah Winfrey e o ator James Earl Jones foram homenageados na noite do último sábado na premiação do Conselho da Academia de Hollywood com um Oscar honorário, informa neste domingo a revista "The Hollywood Reporter".

O maquiador Dick Smith, de filmes como "O Exorcista" e "O Poderoso Chefão" e Jones obtiveram estatuetas em reconhecimento a suas trajetórias profissionais, enquanto Oprah, que já foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 1985 por "A Cor Púrpura", recebeu o prêmio humanitário Jean Hersholt.

Conhecido pela dublagem de Darth Vader na saga "Star Wars" (Guerra nas Estrelas), Jones agradeceu pelo prêmio com um vídeo enviado de Londres, onde protagoniza a peça teatral "Conduzindo Miss Daisy".

"Estou profundamente honrado, francamente agradecido e simplesmente surpreso", disse o ator, de 80 anos, que estreou no cinema em 1964, com o filme "Dr. Fantástico".

Em sua carreira, Jones apareceu em mais de 50 filmes, mas só foi indicado ao Oscar uma única vez, em 1970, quando interpretou um boxeador em "A Grande Esperança Branca".

O veterano intérprete recebeu homenagens de Alec Baldwin, que disse que sempre sonhou com uma carreira como dele, e Glenn Close, que também exaltou sua qualidade como ator. Já Oprah foi recebida por seus amigos John Travolta e Maria Shriver, ex-mulher de Arnold Schwarzenneger.

"Nunca me imaginei recebendo um Oscar, e muito menos por algo que acho que é parte de minha missão nesta vida, do meu ser", disse Oprah, que agradeceu ao produtor Quincy Jones por ter descoberto seu talento em um programa da televisão local de Chicago.

O maquiador Dick Smith - que recebeu o prêmio de Linda Blair, protagonista de "O Exorcista" -, foi reverenciado pela atriz, que lembrou que ser transformada em um ser possuído com uma cabeça giratória "provavelmente não foi tão divertido como para Dick".

O roteirista e diretor J.J. Abrams ("Lost") contou que, quando criança, escreveu uma carta para Smith exaltando sua admiração, e o maquiador respondeu enviando "uma língua de O Exorcista".

Smith, que só recebeu um Oscar em sua carreira, por "Amadeus" (1984), se desculpou pelo breve discurso, justificando que sua memória "já não é muito boa". "Nunca esquecerei esta noite, do fundo do meu coração", disse Smith, de 89 anos.

A realização da cerimônia encerrou uma tumultuada semana em Hollywood, depois que a demissão de um produtor provocou a renúncia do ator Eddie Murphy na apresentação da próxima edição do Oscar, que será realizada no dia 26 de fevereiro de 2012.

No lugar de Eddie Murphy, o ator Billy Crystal, pela nona vez em sua carreira, será o mestre de cerimônias da célebre premiação. EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo