Entretenimento

Pedro Almodóvar apresenta em Los Angeles livro que conta sua trajetória

Agencia EFE

10/11/2011 04h50

Los Angeles (EUA), 9 nov (EFE).- O cineasta espanhol Pedro Almodóvar apresentou nesta quarta-feira em Los Angeles a primeira edição de "The Pedro Almodóvar Archives", um livro que relembra a carreira do diretor desde sua estreia em 1980 com "Pepi, Luci, Bom e Outras Garotas de Montão".

Publicada pela editora Taschen, a obra possui 410 páginas e mais de 600 imagens, algumas delas inéditas, que ilustram os 18 filmes realizados por Almodóvar em suas mais de três décadas atrás das câmaras e será vendida por US$ 200 a partir do dia 1º de dezembro.

O diretor dedicou o livro às pessoas que trabalham em sua produtora, El Deseo, e à Espanha, um país que "algumas vezes é difícil", mas que lhe deu "muitas razões para ser grato", comentou no ato de lançamento na loja da Taschen em Beverly Hills, onde esteve acompanhado do ator Antonio Banderas.

"Minha vida, este livro e os filmes que fiz são o resultado da democracia na Espanha. Sem essa democracia eu não teria existido, ou teria existido em outros idiomas. Teria sido impossível fazer meus filmes sob a ditadura de Franco", comentou o cineasta.

"Era consciente que tinha que fazer filmes muito baratos para contar tudo que queria porque o dinheiro sempre traz consigo um montão de compromissos. Eu me via como um diretor 'underground' e os diretores 'underground' tomam muitas drogas, têm uma vida noturna muito intensa e são sexualmente acessíveis", considerou.

Para Banderas, personagem constante no livro já que participou de cinco produções de Almodóvar, a obra vai agradar "não só as pessoas que gostam de cinema, mas também quem gosta da vida".

O ator contou como conheceu o diretor em uma cafeteria e que este lhe disse que tinha que se dedicar ao cinema porque "tinha uma cara muito romântica".

"Quando eu perguntei a meus amigos quem era aquele cara, me responderam que seu nome era Pedro Almodóvar, que havia feito um filme e nunca faria um segundo", comentou Banderas, provocando risadas na plateia do evento.

"Ele mudou a cinematografia espanhola lutando contra os que estavam em posse da verdade, os que impunham as regras de como os filmes deviam ser feitos. Ele rompeu todas essas regras e adentrou em um formoso território onde está a criação, algumas vezes doloroso, mas sempre excitante", acrescentou Banderas.

"The Pedro Almodóvar Archives" foi editado por Paul Duncan e Bárbara Peiró e possui textos do próprio diretor, assim como de autores como Vicente Molina Foix, Gustavo Martín Garzo, Elvira Lindo, Juan José Millás e Ángel Fernández-Santos. EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo