Entretenimento

Quadro de Max Ernst é arrematado por US$ 14,5 mi em Nova York

Agencia EFE

02/11/2011 01h19

Nova York, 1 nov (EFE).- O quadro "The Stolen Mirror", de Max Ernst, foi o protagonista nesta terça-feira do primeiro grande leilão da temporada de outono em Nova York após ser vendido por US$ 14,5 milhões, durante uma sessão em que a Christie's arrecadou US$ 122 milhões.

Segundo o chefe do departamento de arte moderna e impressionista da Christie's, Connor Jordan, o artista "pintou esta tela em 1941, pouco após chegar aos Estados Unidos fugindo dos nazistas, e fala de seu amor perdido, a mexicana Leonora Carrington, com a qual se encontrou meses depois".

A tela era avaliada entre US$ 4 milhões e US$ 6 milhões, mas seu comprador desembolsará US$ 16,3 milhões, após impostos e comissões.

Também chamou a atenção a escultura "Le premier cri", do artista romeno Constantin Brancusi, que alcançou preço de venda de US$ 13,1 milhões.

Por outro lado, ficou sem comprador a peça principal do leilão, uma escultura de uma dançarina do artista francês Edgar Degas, avaliada entre US$ 25 milhões e US$ 35 milhões.

Também não encontrou comprador a escultura "Femme de Venise VII", que Alberto Giacometti produziu em 1957 e que fora avaliada entre US$ 10 milhões e US$ 15 milhões.

Outra das grandes apostas da noite, o quadro "Femme endormie", de Pablo Picasso, com preço estimado entre US$ 12 milhões e US$ 18 milhões, não foi vendido.

No entanto, outras obras do artista espanhol foram arrematadas, sendo as mais caras as telas "La femme qui pleure, I" e "Femme assise", ambas vendida por US$ 4,5 milhões.

Já o quadro "Les vacances de Hegel", do pintor surrealista belga René Magritte, encontrou comprador por US$ 9 milhões. Do mesmo autor, "La fim du limpe", foi arrematada por US$ 6,2 milhões.

Os grandes leilões de arte continuam nesta quarta-feira com sessões organizadas pela Sotheby's que terão foco na arte impressionista e moderna. A obra mais cara da jornada será a escultura "Nu de dos (1er état)", de Henri Matisse, avaliada entre US$ 20 milhões e US$ 30 milhões.

Picasso, por sua vez, estará representado por "L'aubade", tela com que a Sotheby's pretende arrecadar entre US$ 18 milhões e US$ 25 milhões. EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo