Entretenimento

Maior museu faraônico do mundo pode ser construído por empresa espanhola

16/10/2011 06h28

Antonio Jara.

Cairo, 16 out (EFE).- Uma companhia espanhola aparece como a principal candidata para assumir a construção do Grande Museu Egípcio, um ambicioso projeto junto às Pirâmides de Guiza, que o país norte-africano pretende criar para ser o centro mundial da milenar civilização faraônica.

"Desejamos levar adiante esse projeto porque é um contrato muito importante. Se ganharmos essa licitação seremos a empresa que irá construir o maior museu da civilização egípcia do mundo", disse à Agência Efe Muin Shanaa, representante no Cairo da companhia Aciona Engenheiros.

O representante considera essa construção como um enorme desafio técnico, afirmando que seria uma honra levantar uma obra tão singular como este museu, que abrigará milhares de valiosas peças arqueológicas.

O novo centro estará situado na estrada que une Cairo com a cidade portuária de Alexandria, próximo as Pirâmides de Giza, considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo.

Shanaa precisou que sua empresa apresentou uma oferta para executar o projeto com o consórcio internacional Consolidate Contractor Company, com sede em Atenas, além de uma empresa italiana e outra belga.

"Temos muitas esperanças em assinar esse contrato, que ainda está em processo de avaliação técnica e financeira", ressaltou Shanaa, antes de acrescentar que essa confirmação será anunciada em breve.

O museu e suas dependências, como escritórios administrativos e instalações de água, luz e segurança, irão ocupar uma área total de 165 mil metros quadrados. Já a edificação do museu levará quatro anos para ficar pronta, gerando emprego para mais de 4 mil pessoas.

O supervisor geral do Grande Museu Egípcio no Conselho Supremo de Antiguidades (CSA), Mohammed Abdel Maqsud, lembrou que até agora foram concluídos dois períodos do projeto total. A fase atual é a de licitação, última antes de iniciar a construção do edifício.

"Esperamos que esta etapa, que também inclui as salas de exposição, seja concluída em 30 meses. A idéia é que o museu seja inaugurado oficialmente em março de 2015", assinalou Abdel Maqsud.

Além disso, o supervisor apontou que a primeira e a segunda fase do projeto incluíram a construção do centro de restauração de peças arqueológicas, os armazéns, e os sistemas de energia e anti-incêndios.

Abdel Maqsud adiantou também que já foram transferidas 20 mil antiguidades do atual Museu Egípcio, situado em centro do Cairo, aos armazéns da nova sede. Agora, outras 80 mil também devem começar a serem transferidas.

A valiosa coleção do faraó Tutancâmon, composta por aproximadamente 4 mil antiguidades, incluído suas jóias de ouro, ocupará 30% da superfície de exibição do Grande Museu Egípcio.

"Das 100 mil peças arqueológicas que o novo edifício irá receber, 50 mil serão exibidas aos visitantes, enquanto a outra metade será destinada para estudos e pesquisas ", acrescentou o responsável do CSA.

O novo edifício exibirá as antiguidades faraônicas ordenadas por época histórica (através das dinastias que governaram o Egito entre os anos 3.000 e 332 a.C.), religião, sociedade e cultura.

O Grande Museu, que substituirá ao centenário Museu Egípcio, prevê receber a visita de 5 milhões de pessoas por ano.

Com o custo total estimado em US$ 600 milhões, o projeto contará com auxilio do Governo japonês, que concedeu um empréstimo em condições vantajosas de US$ 300 milhões. O restante do valor será financiado pelo CSA (US$ 150 milhões) e também por doações locais e estrangeiras.

Além do próprio museu, o projeto irá incluir uma sala de conferência, um cinema 3D, um museu infantil, um centro de artesanato popular, um jardim, e uma rota até as Pirâmides de Guiza.

"Desejamos transformar este ambicioso plano no novo centro da civilização faraônica para iluminar a humanidade", reforçou Abdel Maqsud.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo