Topo

Entretenimento

EUA obrigam Google a fornecer informações sobre colaborador de WikiLeaks

10/10/2011 18h46

Washington, 10 out (EFE).- O Governo dos Estados Unidos obteve uma ordem judicial em segredo para obrigar a Google e o provedor de internet Sonic a entregar informações das contas de e-mail do ativista Jacob Appelbaum, colaborador do site WikiLeaks, informou nesta segunda-feira o "The Wall Street Journal".

A solicitação do Governo inclui os endereços de e-mail das pessoas com as quais Appelbaum se correspondeu nos últimos dois anos, mas não as mensagens completas. Ele é acusado de colaborar com o vazamento de informações sigilosas de documentos diplomáticos do Departamento de Estado americano para o WikiLeaks.

As disputas judiciais no caso WikiLeaks abriram um debate público sobre a lei federal Electronic Communications Privacy Act, que permite ao Governo americano obter informações secretas de e-mails e telefones celulares sem uma ordem judicial.

Depois que o WikiLeaks divulgou os documentos secretos do Governo, o procurador-geral dos EUA, Eric Holder, disse que o país realizaria uma "investigação penal ativa" sobre o site.

Aprovado em 1986, o Electronic Communications Privacy Act é mais antigo que o sistema World Wide Web (WWW), idealizado em 1989.

Um grupo de empresas, incluindo Google, Microsoft e AT&T Corp., está pressionando o Congresso americano a atualizar a lei para tornar obrigatória a expedição de mandados de busca para as investigações eletrônicas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento