Entretenimento

Jornalista que acusou Strauss-Kahn de estupro lança livro sobre o caso

AFP
Jornalista Tristane Banon sofreu uma tentativa de estupro por parte de Dominique Strauss-Kahn em 2002 Imagem: AFP

04/10/2011 08h51

Paris, 4 out (EFE).- O livro no qual a jornalista francesa Tristane Banon, que acusou o ex-diretor do FMI Dominique Strauss-Kahn de tentativa de estupro, conta sua versão da polêmica, estará à venda a partir da próxima semana.

"Le bal de hypocrites (O baile dos hipócritas)", de 126 páginas e no valor de 15 euros, chegará às livrarias francesas no dia 13 de outubro, publicada pela Diable Vauvert. Tristane, que nasceu em 1979, é autora de um ensaio jornalístico e de três romances.

"É um livro escrito de maneira magnífica por uma mulher ferida, de uma sinceridade total, onde mais do que narrar os detalhes do incidente com o político, ela explica seus sentimentos depois do acontecido", disse a editora da obra.

Na esfera criminal, a Procuradoria francesa, após receber o relatório da Polícia Judiciária, deverá decidir se os fatos denunciados, que supostamente ocorreram em 2003, prescreveram, o que levaria ao arquivamento do caso, ou se conduz o processo a um juiz de instrução.

Em 29 de setembro a jornalista e Strauss-Kahn participaram de uma acareação na polícia, na qual Tristane manteve as acusações ao político.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo