Entretenimento

Prêmio de fotografia é criado em homenagem a fotógrafo morto em revolta árabe

Reprodução/LucasDolega.com
O fotógrafo Lucas Dolega Imagem: Reprodução/LucasDolega.com

25/08/2011 14h38

Paris, 25 ago (EFE).- A Associação Lucas Dolega lançou nesta quinta-feira o prêmio homônimo de fotojornalismo em homenagem ao fotógrafo franco-alemão, colaborador das agências "EPA" e "EFE", que morreu enquanto trabalhava na cobertura das revoltas na Tunísia em 17 de janeiro.

Com lançamento previsto para o próximo dia 15 de setembro na página
www.lucasdolega.com, o prêmio será concedido ao fotógrafo que, "pelo seu compromisso pessoal, seu envolvimento com a área e a qualidade de seu trabalho, tenha conseguido provar seu comprometimento com a liberdade de informação".

Os participantes deverão apresentar uma reportagem fotográfica que aborde um conflito (guerras, revoltas, atentados ou manifestações públicas), uma catástrofe natural ou sanitária e suas consequências para a população civil, informaram os organizadores, que contam com o apoio da Prefeitura de Paris, Repórteres sem Fronteiras (RSF), a revista "Polka" e Nikon.

O Prêmio Lucas Dolega é destinado a ajudar fotógrafos "que exercem sua profissão em condições frequentemente difíceis e em áreas onde pode ser arriscado garantir a difusão de uma informação livre e independente", acrescentou a associação.

A cada ano um fotógrafo será contemplado com prêmio de 10 mil euros, uma exposição em Paris e a publicação de uma fotografia no álbum da RSF. O ganhador terá ainda toda ou parte de sua reportagem publicada na revista "Polka", que também financiará a publicação de outra reportagem, comentam os organizadores.

Lucas Dolega morreu na Tunísia em 17 de janeiro aos 32 anos, vítima do disparo de um policial quando cobria as manifestações que acabaram com a ditadura do presidente Zine al-Abidine Ben Ali.

A carreira de Dolega se desenvolveu principalmente em Paris, onde cobria eventos políticos, econômicos, esportivos, culturais e de moda, embora tenha trabalhado em diferentes conflitos na África e Ásia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo