Topo

Entretenimento

China presenteia Chile com estátua em comemoração ao resgate dos mineiros

12/08/2011 11h05

Pequim, 12 ago (EFE).- O resgate dos mineiros chilenos, que no ano passado ficaram presos durante 70 dias na cidade de Copiapó (norte do Chile), ficará marcada em uma escultura que a China presenteou o município do país sul-americano um ano depois.

A estátua, de 12 metros de altura e 20 toneladas, foi encarregada ao artista chinês Yao Iuane pela Fundação Esculturas pela Paz no Mundo (WPS, sua sigla em inglês), uma organização privada sem fins lucrativos do país asiático.

A obra, que ficará em uma praça na entrada da cidade de Copiapó, será inaugurada no dia 13 de outubro, mesmo dia do primeiro aniversário do resgate dos trabalhadores.

A apresentação oficial do projeto foi feita na Embaixada do Chile em Pequim, com um ato no qual participaram o prefeito de Copiapó, Maglio Cicardini, o diretor da WPS para a América Latina, Marcelo Pizarro, e o artista, além de figuras diplomáticas.

"Estamos felizes pelo reconhecimento do povo chinês", disse Cicardini à Agência Efe.

Por sua vez, Yao destacou em seu discurso o valor simbólico da obra, que representa a "Deusa da Paz".

"Ninguém lembra quem é o escultor da Estátua da Liberdade, mas se tornou um símbolo dos Estados Unidos. No futuro ninguém lembrará quem esculpiu a obra que hoje apresentamos, mas se tornará um símbolo da paz", disse o artista.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento