Entretenimento

Laboratório artístico se instala em Nova York

Neilson Barnard/Getty Images/AFP
Os políticos Junge-Reyer e Harald Kruger participam da abertura do BMW Guggenheim Lab em Nova York (2/8/2011) Imagem: Neilson Barnard/Getty Images/AFP

02/08/2011 16h49

Nova York, 2 ago (EFE).- O laboratório de ideias artísticas "BMW Guggenheim Lab" começou nesta terça-feira sua turnê em um parque do East Village de Nova York, onde até outubro vai explorar, por meio de diversas atividades, o futuro das cidades e dos espaços urbanos.

"O Guggenheim foi uma ideia de pessoas que acreditam que o comportamento social pode mudar por meio da arte, e também da arquitetura, depois que Frank Lloyd Wright desenhou o nosso prédio", disse na apresentação o diretor do museu, Richard Armstrong.

"Perguntamos-nos como poderíamos levar mais longe esta causa. Fixamos-nos em Nova York que tem muitas instituições artísticas, e a nossa conclusão foi que devíamos levar este espaço para rua", acrescentou o responsável pelo museu.

Sendo assim, até 16 de outubro, o "BMW Guggenheim Lab" será um espaço público e no qual serão realizadas reuniões, instalações interativas, oficinas, debates e projeções, sempre com o objetivo de gerar ideias sobre as cidades e fomentar o desenho sustentável para estas.

Para isso, foi instalado no First Park (East Village) uma estrutura com fibra de carbono como base, flexível e adaptável às necessidades das diferentes atividades, que serão mais de 100.

A escolha do bairro não foi casual, já que se trata de um dos pontos icônicos da história artística moderna de Nova-York. Ali, se situou nos anos 60 o epicentro do movimento "beat" na cidade, além de ter sido um reduto onde moraram 80 artistas, entre eles, Keith Haring (1958-1990) e Jean-Michel Basquiat (1960-1988).

O laboratório, que além de arquitetura e arte terá espaço para ciência e tecnologia, é um projeto itinerante, e após sua estreia em Manhattan, seguirá para Berlim e Mumbai em 2012, afirmou Armstrong.

O projeto é de seis anos e será composto por três ciclos de dois anos, cada um com um tema específico, embora sempre centrado na cidade.

O do primeiro ciclo, que inicia nesta terça-feira em Nova York, é "Confronting Comfort" (Confrontando o Conforto, tradução livre)", e, segundo seus organizadores, "trata de como os ambientes urbanos podem responder melhor às necessidades das pessoas", e de "como encontrar um equilíbrio entre a comodidade individual e a coletiva".

As novas tecnologias terão um papel importante para fomentar a participação. Consta na programação de Nova York o "Urbanology" (Urbanologia, tradução livre), um jogo de grande escala no qual as pessoas podem participar tanto pela internet como no parque.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo