Entretenimento

Reino Unido lamenta morte de Amy Winehouse

23/07/2011 15h24

(Atualiza com novas declarações).

Londres, 23 jul (EFE).- Inúmeras personalidades do mundo da música e até da política expressaram, neste sábado, suas condolências pela morte da cantora britânica Amy Winehouse.

A notícia de sua morte começou a circular rapidamente através da rede social Twitter, e personalidades como Sarah Brown, mulher do ex- primeiro-ministro do Reino Unido Gordon Brown, mostraram sua comoção.

"Um grande talento, uma voz extraordinária, uma morte trágica, condolências à família", escreveu Sarah Brown em Twitter.

Muitos fãs foram a Camden Town neste sábado para deixar flores, cartões e ursinhos de pelúcia perto de seu apartamento, já que a Polícia isolou a rua onde vivia a cantora.

"Camden não te esquecerá. Todos gostamos de você e continuaremos gostando. Sua lenda está viva", expressou um cartão.

Um porta-voz da cantora declarou que os amigos estão "comovidos e destroçados" e confirmou que o pai, Mitch, já soube da morte de sua filha e retorna de Nova York.

O produtor Salaam Remi, que trabalhou com Amy Winehouse no disco "Back to Black", escreveu em sua conta do Twitter que é um dia muito triste e que perdeu uma grande amiga e irmã.

Além disso, o comentarista de rock do jornal "The Daily Telegraph", Neil McCormick, expressou neste sábado que ficou "comovido" pela morte da artista.

"É muito triste. É a mais trágica perda de talento que eu possa lembrar", disse McCormich.

A DJ Fearne Cotton declarou neste sábado através de sua conta do Twitter que ainda não estava acreditando na morte de Amy Winehouse e chamou a cantora de "menina especial", enquanto a cantora Myleene Klass afirmou que a artista tinha um "talento excepcional e era uma menina realmente agradável".

"Acabo de escutar a triste notícia da morte de Amy Winehouse. Com apenas 27 anos, é uma terrível perda de grande talento. Envio minhas mais sinceras condolências à família", afirmou o apresentador Phillip Schofield.

A cantora britânica Amy Winehouse foi encontrada morta neste sábado em seu apartamento de Londres, informou a agência de notícias "Press Association".

A artista de 27 anos, ganhadora de sete prêmios Grammy, teve em sua curta carreira constantes problemas com as drogas e o álcool e tinha passado por numerosas clínicas de reabilitação. Por isso, acredita-se que a cantora tenha morrido de overdose.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo