Entretenimento

Filmes latino-americanos entram na competição do Festival de Lima

21/07/2011 20h13

Lima, 21 jul (EFE).- Dezenove filmes de dez países latino-americanos concorrerão na seção oficial de ficção do 15º Festival de Cinema de Lima, que começa no dia 5 de agosto e cuja programação foi apresentada nesta quinta-feira.

O evento vai incluir os 14 longas vencedores em edições anteriores, junto a várias seções paralelas que somarão as 100 fitas projetadas no total.

Além disso, serão realizadas quatro homenagens especiais: à atriz Geraldine Chaplin, que vai presidir o júri oficial de ficção, ao ator mexicano Damián Alcázar, ao presidente da filmoteca local Salomón Lerner e à Semana da Crítica de Cannes, que comemora seu 50º aniversário.

Entre os convidados também se destacam o diretor argentino Pablo Giorgelli, que apresenta na seção oficial seu longa ""Las Acacias"", vencedora da Câmara de Ouro no último Festival de Cannes, e o ator argentino Leonardo Sbaraglia, protagonista de "Sem Retorno", também na seção oficial".

Também marcarão presença em Lima o diretor de "A Vida dos Peixes", o chileno Matías Biza, o cineasta espanhol Fernando León de Aranoa e a mexicana Paula Markovitch, diretora de "El Prêmio", que também disputa na seção oficial.

O presidente do festival, o peruano Edgar Saba, destacou em entrevista coletiva a importância de ter começado como um "encontro latino-americano de cinema" e acabou rendendo 15 anos de história.

"Desde o início preferimos optar pelo melhor mais que pelo especial, o que talvez faça com que não sejamos muito originais, mas permite trazer o melhor do cinema latino-americano e mundial aos circuitos peruanos", afirmou Saba.

O esforço desempenhado pelos organizadores durante seus anos de existência para transformar o Festival de Lima em um dos mais importantes da região está refletido também nesta edição na entrega do prêmio Luis Buñuel a melhor filme ibero-americano do ano.

São cinco candidatos que este ano concorrem ao prêmio, outorgado pela Federação de Ibero-Americana de Produtores Cinematográficos e Audiovisuais (FIPCA) desde 2002: o chileno "A Vida dos Peixes", o venezuelano "Hermano", o mexicana "Infierno", o espanhol "También la Lluvia" e o peruano "Contracorrente".

Além das seções oficiais de ficção e de documentário, onde o festival costuma exibir alguns dos filmes mais interessantes do certame, acontecerão vários eventos paralelos que vão permitir aos peruanos curtir uma seleção do melhor cinema do ano e de vários clássicos.

Entre estes se destaca uma mostra de cinema basco, onde serão projetadas obras de Víctor Erice, Julio Meden, Imanol Uribe e Aitor Arregi e José María Goenaga; assim como a seção "A Volta ao Mundo em 8 dias" que inclui longas como o dinamarquês "Um Mundo Melhor" e o francês "Carlos".

As homenagens de Geraldine Chaplin e Damián Alcázar, que também concederão entrevistas, contarão com retrospectivas de suas obras.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo