Entretenimento

Argentina Pola Oloixarac diz que cultura é um espaço em guerra

08/07/2011 17h24

Rio de Janeiro, 8 jul - A escritora argentina Pola Oloixarac, autora do romance "As Teorias Selvagens", disse nesta sexta-feira que para escrever esta obra teve que se afastar da literatura latino-americana e acrescentou que vê a cultura como um espaço em guerra.

"Eu gosto de pensar na cultura como uma guerra de significados, desejos e conhecimentos para abrir um diálogo com esse tipo de material contemporâneo", disse Pola na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que reunirá cerca de 30 escritores até o próximo domingo.

A autora argentina, que compartilhou a mesa de debate com o angolano Valter Hugo Mãe, explicou que ao escrever "As Teorias Selvagens" se afastou das tradições da literatura latino-americana já que esta emprega um estilo "muito rigoroso" que segue uma linha com um "certo nível de militância".

"Eu queria me isolar deste estilo porque eu vejo o romance como um laboratório, um lugar em que é possível pensar e brincar com as ideias", apontou a escritora de 33 anos.

"As Teorias Selvagens" é uma obra que Pola mistura um discurso filosófico com referências culturais por meio de personagens quixotescos que transmitem ao leitor seus ideais e utopias.

A terceira jornada da Flip contou também com a participação do escritor argentino Andrés Neuman, que mergulhou na análise de seu livro "O Viajante do Século", que narra a chegada de um forasteiro a uma cidade imaginária.

"Na literatura existe um clichê que diz que se deve escrever sobre aquilo que se conhece. Eu acho que isso é um erro", declarou Neuman antes de manifestar seu receio em incluir personagens históricos em sua obra.

O último debate desta sexta-feira vai contar com o brasileiro Ignácio de Loyola Brandão e o psicanalista Contardo Calligaris e com a apresentação do francês Claude Lanzmann.

O americano James Elrroy vai participar do evento neste sábado para falar sobre o retrato autoritário, racista e conservador de seu país presente em suas obras.

"Todo o mundo se considera escritor hoje em dia porque tem um blog na internet", disse Elrroy em entrevista coletiva na qual expressou sua rejeição pelo uso das redes sociais.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo