Entretenimento

Músico de jazz latino processará organização do Grammy por eliminar categoria

30/06/2011 17h32

Ruth E. Hernández Beltrán.

Nova York, 30 jun (EFE).- O músico e educador nova-iorquino Bobby Sanabria processará a organização do Grammy por eliminar a categoria Jazz Latino dos prêmios que concede anualmente.

Sanabria, de origem porto-riquenha, divulgou a informação nesta quinta-feira, reiterando que a ação da Academia das Artes e Ciências da Gravação (NARAS, sigla em inglês) de eliminar 31 categorias da premiação, "é racista, injusta" e tem um fim econômico de beneficiar às grandes companhias fonográficas.

"Isto terá grandes consequências negativas quanto à capacidade do artista ser contratado para espetáculos que paguem bem, e quanto ao prestígio de ter ganhado o prêmio mais importante e desejado da indústria da música", afirmou.

"O impacto desta perda é incalculável e desalentador, tanto para o artista como para a indústria da música", ressaltou Sanabria, nomeado em quatro ocasiões ao Grammy, lembrando que a eliminação da categoria o impede de ganhar o prêmio.

Sanabria pediu ainda que o público faça um boicote contra a rede de televisão e rádio "CBS", que transmite o Grammy, por discriminação contra latinos.

O processo, que deve ser apresentado nos próximos dias representado pelo advogado Roger Maldonado, pede a restituição do jazz latino ao prêmio e se baseará no fato de a Academia ter violado "sua responsabilidade fiduciária com os músicos ao eliminar de maneira arbitrária" a categoria.

Maldonado acrescentou que o processo, que pedirá ressarcimento econômico, ainda não foi apresentado porque outros músicos manifestaram interesse em se unir ao pleito.

A organização do Grammy, que anunciou no último mês de abril que reduzirá de 109 para 78 o número de prêmios, na primeira grande reformulação desde sua criação em 1959, declara que não eliminou nenhuma categoria, mas que estas foram fundidas com outros gêneros.

Também foram eliminadas categorias como cajun, R&B, blues tradicional, música havaiana e mexicana, o que provocou imediatamente protestos de artistas como Eddie Palmieri, Carlos Santana, Larry Harlow e Mercedes Ellington.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo