Entretenimento

Museu austríaco deverá restituir quadros de Schiele confiscado por nazistas

Cortesia/Sotheby's
Obra "Häuser mit bunter Wäsche (Vorstadt II)" (Casas com roupas coloridas penduradas, em tradução livre) de Egon Schiele Imagem: Cortesia/Sotheby's

13/06/2011 14h16

Viena, 13 jun (EFE) - O prestigiado Museu Albertina de Viena, que abriga uma das maiores coleções de artes gráficas no mundo, deverá restituir cinco obras do pintor austríaco Egon Schiele (1890-1918) aos herdeiros de seu antigo proprietário por terem sido confiscadas pelos nazistas afirma o jornal "Standard".

O jornal garante que o Conselho de Restituição (de arte confiscada pelos nazistas) da Áustria, órgão ligado Ministério de Cultura, decidiu na última sexta-feira recomendar a devolução das lâminas.

Atualmente propriedade do Estado austríaco, as obras pertenciam à coleção de Karl Mayländer, um comerciante vienense que foi deportado em 1941 ao campo de concentração de Lodz, na Polônia, onde foi assassinado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo