Topo

Entretenimento

Museu austríaco deverá restituir quadros de Schiele confiscado por nazistas

Cortesia/Sotheby
Obra "Häuser mit bunter Wäsche (Vorstadt II)" (Casas com roupas coloridas penduradas, em tradução livre) de Egon Schiele Imagem: Cortesia/Sotheby's

13/06/2011 14h16

Viena, 13 jun (EFE) - O prestigiado Museu Albertina de Viena, que abriga uma das maiores coleções de artes gráficas no mundo, deverá restituir cinco obras do pintor austríaco Egon Schiele (1890-1918) aos herdeiros de seu antigo proprietário por terem sido confiscadas pelos nazistas afirma o jornal "Standard".

O jornal garante que o Conselho de Restituição (de arte confiscada pelos nazistas) da Áustria, órgão ligado Ministério de Cultura, decidiu na última sexta-feira recomendar a devolução das lâminas.

Atualmente propriedade do Estado austríaco, as obras pertenciam à coleção de Karl Mayländer, um comerciante vienense que foi deportado em 1941 ao campo de concentração de Lodz, na Polônia, onde foi assassinado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento