Topo

Entretenimento

Mostra artística dos anos 80 questiona identidade mexicana

27/05/2011 21h56

México, 27 mai (EFE).- Uma exposição com 100 peças artísticas produzidas nos anos 1980 no México questiona o valor da simbologia empregada para representar e estereotipar o que hoje se considera como "mexicano".

"Os símbolos do mexicano foram construídos em um país que então era instável e se debatia entre a globalidade, o consumo, a tradição, a religião e a prática da liberdade, e é por isso que hoje sua validade gera debate", afirmou à Agência Efe Josefa Ortega, curadora da mostra.

O Museu de Arte Moderna da Cidade do México reúne na exposição "¿Neomexicanismos? Ficciones identitarias del México de los ochenta" fotografias, vídeos e esculturas elaboradas por 60 artistas mexicanos.

Segundo Ortega, os criadores conseguiram transgredir e questionar as noções estabelecidas em torno de temas como religião, pátria e sexualidade.

"A geração artística dos anos 1980 delata claramente que toda identidade é uma construção se não fictícia, pelo menos ficcional", assegurou.

As peças poderão ser apreciadas ao longo de cinco núcleos temáticos: "Fuentes y Antecedentes", "Relicarios y Guadalupanismo", "La Patria Reapropiada", "Frida y Yo" e "El cuerpo: sus sexos y sus géneros".

"Nós não damos nada de bandeja. Se são ou não símbolos mexicanos, fica a critério dos visitantes", concluiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento