Topo

Entretenimento

"Sixteen Jackies", de Warhol, é arrematado por US$ 20,2 mi em Nova York

11/05/2011 01h23

Nova York, 10 mai (EFE).- A obra "Sixteen Jackies", de Andy Warhol, que tem Jacqueline Kennedy como protagonista, foi arrematada nesta terça-feira por US$ 20,2 milhões no leilão de arte contemporânea organizada pela Sotheby's em Nova York.

O quadro, no qual o pai da pop art retratou a ex-mulher do presidente americano John F. Kennedy, foi o mais caro do leilão, que rendeu US$ 128 milhões à Sotheby's.

A partir das cores preto, azul e dourado, Warhol reproduziu no quadro 16 retratos da ex-primeira-dama, todos a partir de fotografias tiradas em novembro de 1963, quando Kennedy foi assassinado em Dallas (Texas). Nas imagens, Jacqueline aparece antes do assassinato e durante o enterro.

A Sotheby's, por outro lado, não alcançou suas expectativas com outra de suas grandes apostas no leilão: a escultura "Pantera Cor-de-Rosa", do americano Jeff Koons, arrematada por US$ 16,8 milhões, embora tivesse preço estimado entre US$ 20 milhões e US$ 30 milhões.

Outra obra cara, radicalmente distinta do pop art de Warhol e Koons, foi "Concetto Spaziale", do italiano Lucio Fontana, que saiu por US$ 6,24 milhões.

Entre as peças de valor menor, dois outros retratos de Jacqueline Kennedy, também assinados por Warhol, foram vendidos por US$ 3,72 milhões.

A Sotheby's inaugurou na segunda-feira os grandes leilões de arte contemporânea da temporada de primavera em Nova York, com uma venda centrada na coleção do marchand e galerista nova-iorquino Allan Stone, com a qual arrecadou US$ 54,8 milhões.

Os leilões de arte contemporânea continuam em Nova York nesta quarta-feira com um pregão organizado pela Christie's, que oferecerá um dos últimos auto-retratos realizados por Andy Warhol, com o qual espera arrecadar entre US$ 30 milhões e US$ 40 milhões, assim como um dos primeiros, avaliado entre US$ 20 milhões e US$ 30 milhões.

Warhol também será a estrela do leilão de arte moderna organizado pela companhia Phillips de Pury, que na quinta-feira oferecerá "Liz número 5" (1963), um retrato da atriz Elizabeth Taylor, que deve levantar algo entre US$ 20 milhões e US$ 30 milhões.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento