Entretenimento

Obras avaliadas em US$ 150 milhões são roubadas do Museu do Palácio de Pequim

11/05/2011 03h52

Pequim, 11 mai (EFE).- Sete objetos de arte avaliados em US$ 150 milhões foram roubados do Museu do Palácio, situado na Cidade Proibida de Pequim, o que fez com que várias áreas de exposição fossem fechadas ao público.

As obras roubadas, várias caixas decoradas com ouro ou prata em pó e com diferentes pedras preciosas, procediam do Museu Liangyi de Hong Kong, cujo comissário, Wang Xiahong, explicou em declarações ao diário oficial "China Daily" que as peças eram "de coleções privadas".

A Polícia conta com as imagens das câmeras de segurança do local para chegar ao autor do roubo, que pode ter ficado escondido no museu até o seu fechamento.

Nos próximos dias serão publicadas fotos dos objetos para facilitar sua identificação para o caso de os criminosos tentarem vendê-los no mercado negro.

Os organizadores da mostra anunciaram que, uma vez recebida a autorização das autoridades, reabrirão a exposição até 27 de junho, como estava previsto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo