Entretenimento

Músicos pedem ao Grammy que restabeleça categoria de jazz latino

11/05/2011 20h00

Nova York, 11 mai (EFE).- Um grupo de músicos de 14 países enviou uma carta a Neil Portnow, presidente da Academia de Artes e Ciências Fonográficas dos Estados Unidos (Naras), na qual expressa "profundo pesar" pela decisão da entidade de eliminar a categoria de jazz latino dos prêmios Grammy.

Assinada por especialistas em jazz, a carta - da qual a Agência Efe obteve cópia nesta quarta-feira -, foi enviada na segunda-feira passada a Neil Portnow, a quem os artistas pedem a restituição da categoria.

"Há meio século, o jazz latino é conhecido como um gênero em si próprio e, atualmente, encontra-se em constante expansão em toda América Latina e Estados Unidos", assinalam os músicos e especialistas de Brasil, Estados Unidos, Porto Rico, Cuba, Colômbia, Venezuela, República Dominicana, Panamá, Bahamas, Haiti, Curazao, Espanha, Áustria e Bélgica.

"Por esta razão, não se concebe que existam especialistas conhecedores do jazz latino que tenham recomendado a exclusão dessa categoria dos prêmios Grammy", indica a carta, assinada, entre outros, pelos brasileiros Sergio Gomes, Marcelo Silva Gomes e Thais Nicodemo.

Na carta, os signatários solicitam a reconsideração da decisão para evitar que ela "prejudique seriamente esta música, seus criadores e intérpretes".

As vozes contrárias à eliminação das categorias, que muitos consideram um ato discriminatório contra as minorias, permanecem em alta. No próximo domingo, alguns músicos e produtores se reunirão em Nova York para um ato em defesa do jazz latino.

A Academia de Artes e Ciências Fonográficas anunciou em abril passado que reduziria de 109 para 78 o número de prêmios que entregará na próxima cerimônia do Grammy, a primeira grande reforma do evento desde sua criação em 1959.

A próxima cerimônia do Grammy será realizada em fevereiro de 2012.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo