Entretenimento

Filme do britânico Peter Kosminsky retrata Mandela guerrilheiro

08/05/2011 08h48

Johanesburgo, 8 mai (EFE).- O filme "O jovem Mandela", do escritor e diretor britânico Peter Kosminsky, aborda os anos de juventude do prêmio Nobel da Paz e primeiro presidente negro da África do Sul, Nelson Mandela, à frente da luta armada contra o apartheid.

Nelson Mandela, o homem que soube transformar a África do Sul em um exemplo de reconciliação após décadas de opressão da minoria branca sobre a população negra, foi durante algum tempo guerrilheiro.

Antes de mudar as bombas pelos discursos, a mais poderosa de suas armas, Mandela dirigiu o braço militar do Congresso Nacional Africano, a coalizão negra que a partir da clandestinidade lutava contra o apartheid, que chegou ao poder em 1994 após as primeiras eleições democráticas.

O "Channel 4" britânico produziu o filme que, sob o título de "O jovem Mandela", retrata a face menos conhecida do líder negro antes de ser preso durante longos 27 anos, revela neste domingo o semanário sul-africano "Mail & Guardian".

Seu diretor, Peter Kosminsky, afirma que não tem por que deixar de apresentar um aspecto violento do passado de Mandela, omitido em muitas ocasiões em favor de outros momentos de sua vida.

O filme, garante Kosminsky, "não pretende manchar seu nome. Sou provavelmente seu maior admirador", acrescenta.

O filme mostra Nelson Mandela dando instruções aos companheiros sobre como voar de um prédio, embora, afirma seu diretor, mostra a política do CNA de evitar baixas humanas.

O britânico Peter Kosminsky, antigo diretor de documentários, realizou anteriormente trabalhos muito polêmicos, como a série de televisão "A promessa", que mostra a luta dos judeus contra o protetorado britânico e os palestinos para a criação do Estado de Israel.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo