Entretenimento

Morte de Osama bin Laden bate recorde no Twitter

03/05/2011 00h37

(Atualiza com dados oficiais do Twitter).

Los Angeles (EUA.), 2 mai (EFE).- A notícia da morte do terrorista Osama bin Laden correu como pólvora durante a noite de domingo na rede social Twitter, onde segundo dados oficiais foi estabelecido um novo recorde de mensagens emitidas por segundo nas horas de maior atividade.

Entre 22h45 e 2h30, horário na costa leste dos Estados Unidos (de 23h45 a 3h30 de Brasília), foram 3.440 "tweets" por segundo, a taxa mais alta registrada "de forma sustentada" na história da rede social.

No momento de maior intensidade, foram publicados mais de 5.100 "tweets" por segundo.

Nesse período, segundo números divulgadas nesta segunda-feira pela Sysomos, empresa especializada em marketing na internet, o número total de "tweets" referentes a bin Laden chegou a 1 milhão.

A especulação sobre a morte do líder da Al Qaeda em uma operação militar americana começou a circular no Twitter por volta das 22h30 de domingo, em 1º de maio, na costa leste dos Estados Unidos (23h30 de domingo de Brasília), 1h antes de o presidente americano Barack Obama confirmar a informação pela televisão.

Por volta da meia-noite, minutos após o fim do discurso do presidente, já haviam sido enviadas mais de 500 mil mensagens na rede comentando a morte, que até aquele momento havia sido mencionada 796 vezes em blogs e 801 vezes na internet pela imprensa.

Às 2h da madrugada, o número de mensagens no Twitter alcançou 1 milhão, enquanto as de publicações em blogs ultrapassavam 6,8 mil e as de notícias 7,4 mil.

A atividade que gerou na internet a morte do terrorista saudita foi desacelerando na medida em que avançava a noite nos EUA, país a partir do qual se produziram a maior parte das referências sobre a notícia, que foi seguida com especial atenção no Japão, Austrália, Indonésia, Índia, Oriente Médio e Europa.

Até as 8h da manhã de segunda-feira, no horário local da costa leste (6h de Brasília), os "tweets" superavam os 2 milhões na rede social Twitter.

Em menos de 12 horas desde o anúncio da morte foram publicadas cerca de 40 mil artigos em blogs e 40 mil notícias em órgãos de imprensa na internet, um reflexo de que internautas e jornalistas acompanharam o fato com intensidade similar.

Segundo a Sysomos, 63% dos emissores de "tweets" sobre a morte de bin Laden foram homens e 37% de mulheres.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo