PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Em ato cultural na China, Croácia afirma ser a pátria de Marco Polo

20/04/2011 06h54

Pequim, 20 abr (EFE).- O ex-presidente da Croácia Stjepan Mesic (2000-2010) participou do ato de inauguração de um memorial em homenagem a Marco Polo na cidade chinesa de Yangzhou para reivindicar a suposta origem croata do célebre viajante, informou nesta quarta-feira a agência oficial "Xinhua",
Polo manteve o cargo de funcionário imperial em Yangzhou entre 1282 e 1284, pelo que a cidade decidiu erigir um monumento para celebrar o mercador.

Os livros de história indicam que Polo nasceu na cidade italiana de Veneza, mas os croatas asseguram que é natural da ilha de Korcula (ou Curzola), no litoral adriático do país balcânico.

Na ilha há uma casa indicada pelos locais como o lugar onde Marco Polo nasceu, embora os historiadores duvidem da "teoria croata", argumentando que o sobrenome "Polo" é tipicamente veneziano.

A inauguração do memorial em homenagem a Marco Polo foi a principal atividade do festival de turismo realizado nesta semana em Yangzhou, localidade da província oriental chinesa de Jiangsu.

Entretenimento