Topo

Entretenimento

Dublê de Natalie Portman em "Cisne Negro" diminui mérito do Oscar da atriz

25/03/2011 21h48

Los Angeles (EUA.), 25 mar (EFE).- A bailarina que foi dublê de Natalie Portman em "Cisne Negro" afirmou que a atriz realizou apenas "5%" das cenas de dança do filme pelo qual ganhou o Oscar, segundo divulgou nesta sexta-feira o site "Entertainment Weekly".

Sarah Lane, de 27 anos e integrante do American Ballet Theatre, afirmou em entrevista que foi vítima de uma campanha para encobrir o verdadeiro trabalho que Natalie fez no filme, com o objetivo de aumentar os méritos da atriz em sua competição pela estatueta.

"Das cenas de corpo inteiro, diria que 5% são de Natalie. As demais são minhas", disse a bailarina, que comentou que o rosto da israelense foi acrescentado digitalmente.

A dublê respondeu assim aos recentes comentários do noivo da atriz, o coreógrafo Benjamin Millepied, que afirmou que Sarah fez apenas o trabalho de pés, os "fouettés" e uma diagonal, e disse que "85% do filme é Natalie".

Sarah reconheceu que os planos de meio corpo são efetivamente da atriz, mas afirmou que isso "não mostra realmente o balé".

"Queriam criar essa ideia na mente das pessoas, que Natalie era um tipo de prodígio, ou muito dotada na dança, e que realmente trabalhou duro para se transformar em bailarina em um ano e meio para o filme, tudo basicamente pelo Oscar. É degradante para a profissão, não apenas para mim", insistiu.

Sarah também questionou se alguém conseguiria fazer em um ano e meio algo que a ela tinha custado 22 anos, "mesmo que seja uma estrela de cinema".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento