Topo

Entretenimento

Sites oficiais sul-coreanos são alvo de ataques virtuais

04/03/2011 00h39

Seul, 4 mar (EFE).- Cerca de 40 sites sul-coreanos, entre eles o da Casa presidencial, de agências governamentais e instituições financeiras, foram afetados nesta sexta-feira por um ataque virtual que tinha o objetivo de bloquear o acesso a essas páginas.

Sites como o do Ministério das Relações Exteriores sul-coreano e o do Banco Kookmin, o maior do país, foram atacados às 10h da hora local (22h de quinta-feira no horário de Brasília) com uma técnica muito usada por "hackers", o chamado DDoS (ataque de negação de serviço), segundo a empresa sul-coreana de segurança na internet AhnLab.

Apesar disso, não houve relatos de danos imediatos nas páginas ou nos servidores que as administram, de acordo com fontes da Casa Presidencial sul-coreana.

Espera-se que no fim da tarde haja novos ataques, programados para tirar as páginas do ar após pedidos de acesso em massa.

A Comissão de Comunicações da Coreia do Sul elevou o nível de alerta na internet após o ataque, que também tinha como alvos as páginas do Ministério da Defesa, da Assembleia Nacional e das Forças Armadas dos Estados Unidos na Coreia.

A tentativa de tirar os sites sul-coreanos do ar tem características similares aos produzidos em junho, que tiveram origem na China, e aos de julho de 2009, que podem ter sido patrocinados pela Coreia do Norte.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento