Topo

Entretenimento

Cerveja, O.Médio e Lula inspiram carnaval de SP

03/03/2011 19h05

São Paulo, 3 mar (EFE).- A cerveja, o Oriente Médio e até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva são algumas das fontes de inspiração para as escolas de samba de São Paulo que na sexta-feira e no sábado desfilarão no Sambódromo da cidade.

O carnaval paulista, que ganhou importância nos últimos anos, espera mais de 60 mil espectadores nas duas noites de desfiles das escolas do grupo especial no Sambódromo de Anhembí.

A primeira a se apresentarserá Unidos de Peruche, que com 2,5 mil integrantes, 26 blocos e cinco carros alegóricos representará a história do centenário do Teatro Municipal de São Paulo, um dos edifícios emblemáticos da cidade.

Em seguida entrará em cena Tom Maior, que fará uma homenagem à cidade de São Bernardo do Campo, um importante pólo industrial do cinto industrial de São Paulo, onde vive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Tom Maior reservou um lugar para Lula no carro alegórico que representa o auge da indústria automotiva da cidade nos anos 1970 e 1980, um período que se tornou um líder sindical, liderando várias greves contra a ditadura militar, embora sua presença ainda não tenha sido confirmada no Sambódromo.

Outra escola, a Acadêmicos de Tucuruví cantará um tema alusivo a São Luís, capital do Maranhão, enquanto Rosas de Ouro, campeã em 2010, apresentará desta vez os diversos elementos relacionados com a sorte, como as cartas, os ciganos, os números e os jogos de azar.

Em uma linha similar, A Mancha Verde, formada por torcedores do clube de futebol Palmeiras, mostrará os gênios da humanidade, como Isaac Newton, Leonardo da Vinci, William Shakespeare e Pablo Picasso.

Vai-Vai, com a cantora Maria Rita à frente do desfile, se inspirou em todos os gêneros musicais, enquanto Pérola Negra, a última escola do primeiro dia, recriará a vida de Abraão e outras passagens da Bíblia.

Entre a noite do sábado e o amanhecer do domingo passarão pelo sambódromo outras sete escolas do grupo.

Nenê de Vila Matilde abrirá o segundo dia com uma apuração da história do mundo com alas, carros e fantasias que percorrem o antigo Egito, o império romano e o Renascimento, entre outros períodos da humanidade.

Águia de Ouro apresentará sua própria história, Mocidade Alegre terá um "Carrossel de Ilusões" com uma temática de sonhos e cores, enquanto Unidos de Vila Maria fará o público "viajar" até o Amazonas com uma coreografia dedicada ao Teatro de Manaus, símbolo da cidade.

A diversidade de temas no carnaval de São Paulo abrirá espaço também para a vida artística do humorista e ator Renato Aragão, o "Didi", cuja carreira inspirou a X-9 Paulistana, em tanto que Gaviões da Fiel, dos torcedores do clube Corinthians, fará uma "viagem" pelo Oriente Médio.

Império de Casa Verde, que desfilará na madrugada de domingo e fechará as apresentações do grupo especial, buscará o título com um tema sobre a cerveja, a bebida mais consumida no Brasil.

Segundo a administração municipal, 30 mil turistas vão assistir ao carnaval de São Paulo, 6 mil deles estrangeiros, que deixarão para o comércio e o turismo da cidade cerca de R$ 54 milhões (US$ 32,6 milhões).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento