Topo

Entretenimento

Mulher sensual, andrógina e mutante percorre passarelas de Paris

02/03/2011 17h03

Paris, 2 mar (EFE).- Mulheres sensuais e luminosas como no desfile de Anne Valérie Hash, andróginas por Felipe Oliveira Baptista, e de sutis misturas de branco, bege e azul por Rochas, foram nesta quarta-feira algumas das grandes propostas do prêt-à-porter de Paris para a próxima temporada de inverno.

Vestidos de noite adornados com volumes nas costas, dourados, pretos e azuis brilharam sobre a passarela do designer italiano Marco Zanini para Rochas.

Sua paleta, salpicada com vermelhos, esteve antes de tudo marcada por conjuntos dominados pelo preto, cinza e marrom em contraste com bege e branco.

O designer italiano, ex-mão direita de Versace, à frente da marca francesa desde 2009, deu grande volume ao tradicional casaco três quartos sobre vestidos longos até acima dos tornozelos.

Na busca de uma elegância mutante e andrógina, frágil e resistente ao mesmo tempo, seu colega português Felipe Oliveira Baptista propôs casacos retos de corte retangular sobre calças de cintura alta e camisas transparentes adornadas com pedrarias.

Anne Valerie Hash, por sua vez, quis vestir uma mulher "que não é sexy, mas sensual e que apesar de levar o peso sobre as costas consegue manter a rapidez", segundo comentou à Agência Efe após seu desfile.

Entre os desfiles, o episódio de John Galliano, demitido na terça-feira da Christian Dior no dia seguinte continuou sendo o assunto principal nos bastidores, depois que "The Sun" divulgasse pela internet um vídeo no qual visivelmente alcoolizado dizia amar Hitler e concordar com certas barbáries nazistas.

O estilista, acusado de injúrias raciais pelas quais deverá prestar contas perante a justiça francesa, pediu nesta quarta-feira desculpas públicas em comunicado e segundo "The New York Times" viajou aos Estados Unidos para iniciar uma reabilitação.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento