Entretenimento

Google acusa Bing de copiar seus resultados de busca

01/02/2011 20h47

Los Angeles (EUA.), 1 fev (EFE).- O gigante da internet Google acusou nesta terça-feira a Microsoft de copiar os resultados gerados por seu buscador e oferecê-los posteriormente aos usuários do Bing, criado em 2009 para concorrer com o seu.

As acusações foram publicadas pelo blog "Search Engine Land", no qual o engenheiro Amit Singhal denuncia que o Bing copiava os resultados do Google.

"Passei toda minha carreira perseguindo um bom buscador. Não tenho problemas com um concorrente que desenvolva um inovador, mas copiar não é inovação", disse Singhal.

Segundo o Google, os técnicos da empresa começaram a suspeitar das práticas do Bing em maio do ano passado, quando, comparando as buscas, comprovaram que o navegador da Microsoft oferecia os mesmos resultados que os seus.

Com a passagem dos meses observaram que os resultados do Bing pareciam cada vez mais com os do Google.

A cópia teria sua origem através dos usuários do Internet Explorer que usam o Google como buscador.

Cada vez que eles faziam uma pesquisa, o navegador da Microsoft notificava o Bing sobre o processo e os resultados.

Para acabar com as dúvidas, a Google iniciou um plano e criou um código que gerasse um resultado específico no buscador quando se introduzissem termos sem sentido como "hiybbprqag" e "mbzrxpgjys".

Duas semanas após introduzir esse código, o Bing começou a apresentar os mesmos resultados.

"É uma loucura. Não tinha visto algo assim em meus dez anos nisso", disse Matt Cutts, diretor de qualidade de busca do Google.

Por sua vez, a Microsoft negou a acusação de plágio através de seu vice-presidente para produtos de busca, Harry Shum, quem participou nesta terça-feira de um evento em San Francisco sobre o futuro dos buscadores.

Shum afirmou que gostaria que o Google tivesse entrado em contato com a Microsoft antes de fazer essas acusações em público, e, embora tenha admitido as coincidências, negou que o Bing estivesse imitando as buscas do Google.

"Esses (os casos de plágio assinalados pelo Google) foram alguns poucos exemplos elaborados de forma muito criativa", disse Shum.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo