Topo

Entretenimento

Começa a Fashion Week Paris com estilistas novatos e renomados

19/01/2011 19h43

Paris, 19 jan (EFE).- A Semana de Moda Masculina de Paris Outono-Inverno 2011 começou nesta quarta-feira com o novato Thibaud Etcheberry, de 22 anos, abrindo o evento com uma coleção inspirada na arte e na cultura armênicas.

Após estrear na capital francesa no ano passado, o estilista basco optou por um cenário com árvores e croquis pendurados para "conhecer de perto seu público e os jornalistas" interessados nele, afirmou à Agência Efe.

Os convidados puderam contemplar o show bebendo chá e até mesmo champagne, além de assistir a um vídeo feito para a ocasião.

O cenário foi uma maneira de contar a viagem de um homem à Armênia. Um homem que em sua primeira coleção "nascia em um novo mundo, chegava a um novo mundo, e agora chega à Armênia", acrescentou o criador, grande amante do algodão, da lã e do couro, às vezes serigrafado, mas com poucas cores.

A inspiração armênica tingiu principalmente as criações de cinza, azul marinho, bege e amarelo-ocre, e as bolsas de marrom e preto. "Prefiro a sobriedade, belas cores, belos cortes e belos tecidos", explicou.

Nesta quarta-feira também foi dia da marca Ehud e da primeira coleção para a Thierry Mugler de Nicola Formichetti, de 33 anos, que tem como uma de suas admiradoras a cantora pop Lady Gaga e a fast-fashion japonesa Uniqlo, para quem também trabalha.

Entre o Oriente e o Ocidente, tem Formichetti, de ascendência italiana e japonesa, cujo universo estético vai da moda popular e acessível a mais provocadora. Quem está à frente da direção de arte da marca é a espanhola Rosemary Rodríguez, ex-colaboradora de Paco Rabanne.

Desta quinta-feira até domingo serão realizados os desfiles mais esperados, como Dior, Gaultier, Vuitton, Hermès e Lanvin, e também outros menos conhecidos, mas com talento suficiente para entrar no Line Up de um dos eixos capitais da moda internacional.

As asiáticas também marcam presença, como as japonesas Yohji Yamamoto, Issey Miyake, Comme des Garçons Homme Plus e Mihara Yasuhiro; e as sul-coreanas Wooyoungmi e Songzio.

Entre as novidades da semana está a estreia nas passarelas, no próximo domingo, de Arnys, histórica empresa da Rive Gauche (a margem esquerda do Sena), que veste fashionistas, artistas e políticos.

Terminada a temporada masculina de inverno, sem transição, chegará a Paris a Alta Costura Feminina do próximo verão. Será também o momento de outros gigantes do luxo que não apresentaram coleções para homens, como a Chanel.

Sem dúvida, como já é tradição, o estilista alemão Karl Lagerfeld aproveitará a ocasião para incluir um pequeno número de modelos masculinos.

Cada vez mais reduzido, o exigente mundo da alta costura, adaptado atualmente para cerca de 20 marcas, revelará suas tendências de 24 a 27 de janeiro.

A última jornada será dedicada exclusivamente à alta joalheria, na qual, como sempre, as ideias de Dior e Chanel darão o que falar.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento